Dica Tebane #13 - Animes, sangue e prostitutas!

---Animes, sangue e prostitutas!---



#1 Gangsta
12 episódios, 2015, Ação/Drama


Vamos começar logo com o anime que para mim é o grande marco dessa lista, não vamos ver nenhum anime representar melhor o tema "Anime, Sangue e prostitutas" quanto esse representa. Com um protagonista mais Badass que você vai encontrar em um anime, o Nicolas, surdo e durão como ninguém que é acompanhado de um gigolô gênio que é a cabeça da equipe, Worick. Os dois juntos tocam um negócio de "faz tudo" mas não é nada tão legal quanto o que você já deve ter visto por ai em animes, o faz tudo deles é realmente tudo. O próprio Worick vende seus negócios como prostituto, mas o negócio chave da dupla é assassinatos! Agora, você deve estar me xingando pois eu disse "prostituta" não "prostituto", então vou chegar lá! Alex logo no inicio do anime entra para a equipe protagonista, fechando bem o elenco principal da obra. Alex é uma prostituta, e quando digo isso não é em sentido pejorativo, e sim de profissão mesmo, não é raro no anime ver ela trabalhando em becos. Como badass Nicolas é excepcional, ele tem prazer em matar e destruir tudo a sua frente, devo dizer que é um personagem excepcional! Se você busca ação, prostitutas, drogas e muito sangue, veio ao anime certo, assista Gangsta e não irá se arrepender!

Mais Sobre: Gangsta



#2 Black Lagoon
24 episódios, 2006, Ação/Drama

Do mangá de Hiroe Rei, temos a obra Black Lagoon, uma animação do estúdio Madhouse que tanta gente ama. Sobre o que se trata? Um grupo chamado Lagoon, uma Companhia de mercenários focados em contrabando nos mares asiáticos, o anime é ambientado lá no meio dos anos 90 e conta com aquele clima americanizado, aquela ação cheia de peitos, ação e sequências
de tiroteios que já se tornou símbolo de Hollywood. Claro que nem todos os trabalhos do grupo é tão "limpo" quanto o mero contrabando, eles também fazem transporte de reféns e muitos outros trabalhos fora da lei que são recrutados, em essência eles são na linha dos "faz tudo" só que um pouco mais organizados como equipe. Não só o enredo, mas os personagens também são bem puxados para o clichê de ação americano, então espere e encontrará personagens badass e vilões terríveis. Como protagonistas e maior foco da obra temos Rock, um ex trabalhador japonês normal, que após ser sequestrado pela Lagoon se junta a eles como negociador e tradutor da equipe, em contra mão ele não é lá o Badass da série mesmo sendo o protagonista; e fazendo par protagonista com ele temos Revy, uma descendente de chineses que toca o terror por onde passa, ela sempre prazer em matar e ela sim é o badass da série.

#3
Baccano
13 Episódios, 2007, Ação/Mistério

Em 1711 um grupo de alquimistas se une em um navio para invocar um demônio que supostamente tem o conhecimento da imortalidade, ao conseguir a invocação aqueles homens se tornam capazes de não só ficarem imortais como também criarem a formula da imortalidade, porém naquela mesma
noite muitos alquimistas começam a ser devorados dentro do navio, por conta disso os imortais decidem se separar pelo mundo para que isso não aconteça mais. Algum bom tempo depois, já em terras americanas bem em meio a lei-seca, os imortais acabam se reencontrando, dessa vez cada um deles tem uma posição de destaque, grande parte são de famílias mafiosas diferentes, e independente do trato que fizeram séculos antes, agora não há mais como evitar o conflito de interesses. Viu como tudo se encaixou nesse enredo? Não preciso explicar muito para que você possa entender o quão sangrento e mafioso é o anime, não é verdade? Com sequências de ação de tirar o fôlego e fazer esquecer que respirar é necessário, Baccano conta uma história nada linear cheia de segredos espalhados e revelados ao decorrer do anime. Muita violência e ação esperam aqueles que adentram o mundo de Baccano! A obra é do mesmo autor de Durarara Ryohgo Narita, conhecido por seus enredos não lineares e cheios de mistérios indecifráveis.

Mais Sobre: Baccano


#4 Rainbow: Nisha Rokubou no Shichinin
26 Episódios, 2010, Ação/Drama

Então você veio em busca de sangue e prostitutas? Quer ver violência e sexo, é isso não é? Então vamos falar sobre esse anime, e talvez você não exatamente goste do que vai encontrar, pode te impressionar! Rainbow é ambientado bem no momento em que o Japão está tentando se reerguer após a segunda guerra mundial. A sociedade Japonesa sempre muito obstinada pela justiça e
punição daqueles que não seguem o rumo da sociedade, cometeu muitos erros, e o anime muito sóbrio nos conta um pouco sobre a difícil vida de jovens japoneses que viram suas famílias desaparecem em meio a guerra, e que agora são punidos em um colégio interno por pequenos crimes que cometeram ou de que foram acusados injustamente. Mario, o protagonista, acusado de espancar até a quase morte seu professor, mas o que a sociedade não viu foi que o homem estava tentando estuprar uma aluna e Mario se encheu de raiva. Essa é só uma brecha do que está para ver em Rainbow, afinal temos 6 protagonistas além de Mario, e juntos eles vão criar uma amizade capaz de superar o inferno que é o reformatório para jovens que funciona da mesma forma que qualquer presidio comum. Já aviso, esse não é um anime leve, não há moe e nem alívio cômico que apague a dor do elenco principal. Há estupros e violência contra a pessoa humana até o limite do que sua mente pode imaginar, tortura e muito sangue. É um anime que pode até afetar SIM você, não é um anime extravagante para sair contando para os amigos que viu "sangue" esse é impactante e faz pensar certas posições duras da sociedade japonesa.


 Mais Sobre: Rainbow



#5 Drifters

12 Episódios, 2016, Ação/Histórico

E para finalizar temos aqui um anime bem recente, e que de certa forma segue os moldes do "anime, sangue e sexo", pois nesse anime vamos encontrar tudo isso, claro não exatamente dessa
forma e ordem, e para piorar pode ser que você goste apenas até o sangue e até provavelmente se sentirá enojado quando a terceira parte se mostrar presente no anime. Dos listados esse anime é o que mais caminha para o lado do fantasioso, mas também é o que mais busca referências na realidade. Funcionando a volta de um enredo que é totalmente e diretamente inspirado em figuras importantes da história japonesa e do resto do mundo, o anime nos traz grandes conflitos entre tais personalidades históricas, tudo isso com muito sangue e violência! Um ponto de alivio no anime é sua parte de comédia, que fornecesse um alivio cômico bastante importante ao decorrer dos episódios. Porém, não é como se o humor pudesse deixar mais leve todo o clima do anime, que ao seu decorrer mostra profanação de cadáveres, tortura, mutilação, estupro, ou seja, um verdadeiro misto de crueldade em meio a uma guerra incomum.

Mais Sobre: Drifters





Enfim, após um artigo desses só posso desejar a vocês um banco de sangue cheio de mulheres da vida! Aproveitem para comentar aqui sobre...sobre...Sei lá, qualquer coisa...

0 comentários:

Postar um comentário