Uma Primeira Impressão - Trickster: Edogawa Ranpo "Shounen Tanteidan" Yori


Nova temporada, novas primeiras impressões, dessa vez da temporada de Outono (Outubro) 2016!

A Primeira Impressão é obviamente referente apenas ao primeiro episódio do anime, ou seja, ela é feita assim que o episódio 01 estreia e não será atualizada após o lançamento do resto da obra!


Nome: Trickster: Edogawa Ranpo "Shounen Tanteidan" Yori
Gênero: Ação e Suspense
Sinopse: O anime tem como cenário o ano de 2030, um futuro onde a equipe nomeada "Detetive Boys" é montada, e tem como suas principais ações, as resoluções dos mais diversos incidentes e mistérios de menor e maior tamanho. Entretanto, um dia um dos membros da equipe, Kensuke Hanasaki, se encontra com um misterioso chamado Yoshio, que demonstra ter um corpo imortal, por conta de um "nevoeiro não identificado". E é por se interessar pelo misterioso garoto  que Kenosaki o convida a fazer parte dos Detitive Boys, e assim seus destinos começam a se movimentar...






Segue abaixo a Primeira Impressão sobre Trickster: Edogawa Ranpo "Shounen Tanteidan" Yori;
(Opinião A // Opinião B)


Traço/Gráfico: 8.5
Motivo: Devo dizer que a obra me surpreendeu de forma bastante positiva na questão visual! Os cenários tanto naturais quanto os mais tecnológicos são simplesmente incríveis! Cheios de uma variedade complexa e bela de texturas e tonalidades muito bem selecionadas! Os cenários naturais são vivos, e belos de forma única. 

Devo dizer que é interessante perceber que as cenas são muito bem animadas, com um design sensacional servindo de apoio! Os cenários desde os mais sombrios até os mais iluminados são todos muito complexos, com um segundo plano rico! É incrível perceber que mesmo partículas de primeiro plano foram bem definidas e detalhadas, dando um clima verdadeiramente único a animação.
  
Traço/Gráfico: 8.0
Motivo: O melhor gráfico da temporada até então, contendo cenários sóbrios e bem feitos. Já o traço dos personagens é ao mesmo tempo interessante e em um ponto falho; A roupa do Yoshio (personagem do cabelo cinza, para quem não memorizou) foi algo que me chamou atenção, ela é tão simples, sendo apenas uma bermuda e uma jaqueta, mas passa um ar muito mais maneiro do que as roupas complexas que não fazem sentido para alguém usar casualmente como é em alguns animes. 

A única coisa de negativa que vi no gráfico foi sobre a idade dos personagens, o protagonista é jovem demais para estar em uma agencia de detetive, trabalhando para o governo ou qualquer coisa do tipo e aquela Nao que apareceu em uma ligação no carro no começo parecer ter doze anos de idade, sendo isso claramente um exagero... E não é coisa de estilo do mangaká, porque os personagens que não são protagonistas têm sim traços mais maduros e são de fato adultos, mostrando que ele é capaz de fazer personagens mais velhos.


Personagens: 8.0
Motivo: O jovem do cabelo branco talvez vá se tornar um dos meus personagens favoritos dentre todo o mundo dos animes, pois seu poder, imortalidade, personalidade e estilo me agradaram demais. Já o protagonista mostra uma leve genérica da aparência, que é recompensada pela sua personalidade meio despreocupada e amante de aventura, mas sem excessos que poderiam o tornar maçante com o tempo. Acredito também que deixá-lo mais neutro foi de propósito para destacar o outro protagonista. 

Mas um personagem me causou ódio imediato, é a garota que fala através da coruja. Espero que ela apareça cada vez menos até sumir do enredo, ou até que morra permanentemente, pois sua existência vai destruir o anime para mim se continuar. Cada vez que ela aparecia mesmo que por cinco segundos e sem dizer nada, eu realmente pensava “Droga, vou ter que dropar o anime por causa desse lixo em forma de garotinha”.

Personagens: 9.0
Motivo: Fomos apresentados nesse primeiro episódio a um elenco cativante e singular! No sentido visual talvez não seja uma obra tão incrível, a identidade visual de alguns personagens fica um pouco em cheque por conta dos traços simples usados; isso até atinge ao Yoshio, um dos protagonistas da obra! Yoshio é um personagem bem simples visualmente, com traços leves e alguns clichês básicos para personagens como o cabelo branco que acaba sendo a marca do personagem; porém a construção da personalidade de Yoshio foi muito bem feita nesse primeiro episódio, onde em poucos instantes foi possível notar o sofrimento do personagem em não poder morrer mesmo desejando muito. Mas Yoshio não ficou sozinho como protagonista, tivemos Kensuke Hanasaki também nessa posição, e devo dizer que esse sim teve sua identidade visual bem trabalhada; inclusive a ponto de merecer elogios belo uso do simples para ressaltar a singularidade do personagem. Kensuke é simples de aparência, com roupas muito bem elaboradas, mas sua personalidade é muito cativante, um personagem fácil de se apegar. 
De resto, só elogios ao elenco, que em pouco tempo ganhou seu espaço, e foi apresentado com sucesso.

 

Enredo: 8.5
Motivo: Até então na temporada, o enredo mais atrativo! O ritmo desse primeiro episódio foi perfeito, sem reclamações de minha parte! O enredo tratou de ao mesmo tempo desenvolver várias situações diferentes, inclusive com uma maestria admirável desenvolveu uma trama enquanto apresentava seus personagens de forma bem suave. Foi o auge do episódio quando os dois personagens em foco, Kensuke e Yoshio tiveram a chance de serem apresentados pelo destino. 

A obra tratou de apresentar o otimismo e o pessimismo em forma de personagens, e enquanto um deseja a morte, o outro deseja viver e proteger a vida. Trickster executou muito bem a tarefa de introduzir e criar um vinculo entre espectador e personagens! A obra conseguiu não só expor seus personagens, como também foi bem sucedida em introduzir a trama e seus possíveis vilões e personagens secundários!

Os combates não foram muitos nesse episódio de introdução, mas foram o suficiente para deixar um gostinho de "quero mais" na boca!

Enredo: 9.0
Motivo: O enredo não se relevou ainda, esse episódio foi voltado a introduzir os dois protagonistas e suas habilidades, mas há algo vestígios maior por trás da trama, fazendo com que eu não possa julgar precipitadamente... Mas tudo que eu vi nesse episódio me veio como 9/10.


Abertura/Encerramento: 7.0
Motivo: A abertura pareceu um pouco parada em relação ao clima que a música acaba levando em seu clímax, então ela me deu um sentimento de “Quase lá! Quase lá!”, mas faltou alguma coisa que não sei explicar para chegar nesse “lá” e ser uma abertura incrível.  
Não houve encerramento.

Abertura/Encerramento: 8.0
Motivo: A abertura nos trouxe uma mistura tão boa entre música e animação que é difícil ir além de um comentário positivo! Apesar de muito da abertura ter sido focada em personagens estáticos, os cenários são vivos o tempo todo, inclusive vivos e exuberantes! E não se pode deixar esquecer que houve um casamento perfeito entre a música, a animação da abertura, e o anime em si!


Expectativa: 9.0
Motivo: Felizmente o anime terá 24 episódios, o que aumenta ainda mais minha expectativa! Essa é a obra que mais estou ansioso de ver na temporada agora (contando até mesmo os que estou esperando), e eu sei que vou acabar escrevendo alguma história com inspiração direta ou indireta nos poderes do Yoshio. 

As únicas coisas que me abalam um pouco são a presença de robôs, mas parece que eles não vão aparecer tanto a ponto de um verdadeiro odiador de mecha como eu se incomodar, e também a existência da garota rosa.

Expectativa: 9.5
Motivo: Devo admitir que desde antes da estreia já havia uma certa expectativa a respeito da obra, mas agora minhas expectativas cresceram bastante! Quero ver uma obra que consiga equilibrar o drama e a ação na medida certa, como foi esse primeiro episódio! É interessante que não se perca também os momentos de humor e relaxamento; caso consiga seguir o ritmo do primeiro episódio, essa obra será uma das melhores da temporada!

0 comentários:

Postar um comentário