Top Ad unit 728 × 90

Animes Destaque Da Semana #32 - Drifters Episódio 03!



Esse artigo tem o objetivo de falar um pouco sobre os episódios dos animes em lançamento na temporada corrente. O artigo será formado por animes que na minha opinião mereceram destaque na semana, então vou falar sobre seus episódios e minhas expectativas, esperando sempre a colaboração de vocês leitores!

***

E lá vamos nós para o terceiro review de Drifters, boa sorte a todos nós, que nossos personagens favoritos sobrevivam, e é isso ai...

Drifters
(Episódio 03)

No decorrer de três episódios conhecemos até que bastante desse mundo fantástico de Drifters, porém acredito que é inevitável eu imaginar que ainda não conhecemos praticamente nada sobre o mundo proposto pela obra, temos até então mais suposições que certezas; o que temos até agora é a certeza de um mundo bastante semelhante a um RPG, com elfos e outros seres humanoides, assim como Dragões e outras criaturas bastante conhecidas. O caso é que mesmo após os três primeiros episódios ainda não tivemos uma completa introdução do cenário onde o enredo se desenvolve, permanecemos assim em um quase completo clima de mistério e expectativa. Os personagens ainda estão sendo introduzidos, e pouco foram aprofundados até então, mas de maneira satisfatória cada grande nome da história está tendo seu espaço para surgir e impressionar o público. Nesse episódio tivemos a introdução de vários personagens, eu destaquei dois interessantes para falar hoje, e mais para frente iremos introduzir outros mais; contando suas histórias reais e falando também de suas aparições na obra. Então vamos começar:

Anastasia Nikolaevna Romanova, bom esse personagem adicionado na obra nesse episódio três certamente foi um dos que mais atraiu a atenção de todos. Uma garota com poderes de congelar, com uma aparência impecável e de pele muito branca. Bom, a verdadeira Anastasia é uma Russa que viveu entre  1901  e 1918, filha do último Czar da Rússia, a quarta filha de um homem de tamanha
importância. Quando nasceu, seu pai não recebeu bem a notícia, pois desejava um herdeiro homem, e ela já era a quarta filha mulher da família. O seu nome têm vários significados, sendo o mais usado quando se referindo a ela o significado de " A que revive" ou "A que Ressuscita". A infância da garota não teve grandes momentos, mas também ela não era das mais tranquilas, sendo tida como uma garota problemática e hiperativa, prejudicava todos por onde passava, e era odiada por muitos a sua volta por sua falta de classe, algo que era quase que essencial para sua posição social. Anastasia era terrível, descrita como uma fugaz mímica, que observava e repetia os movimentos de todos a sua volta, os irritando com isso. A passagem mais traumática de sua infância foi quando em uma guerra de bolas de neve adicionou uma pedra dentro de uma das bolinhas e acertou o rosto de sua irmã, que ficou em situação bastante preocupante, mas sobreviveu. Anastácia foi assassinada junto de sua família ainda bem jovem; mas ironicamente, assim como seu nome, ela foi tida como sobrevivente e apenas em 2008 cientistas conseguiram calar os rumores da sobrevivência da garota, rumores esses que perduraram por todos esses anos. Usando a ligação com a Rússia, e a possível morte lenta da garota Anastasia, Drifters vem trazendo uma mulher sádica e controladora de gelo, matando seus inimigos com muito prazer;

Um outro nome que surgiu nesse episódio e eu desejei destacar hoje é o de Hijikata Toshizo, um nome já conhecido para os fãs de animes, mas que precisa ser devidamente apresentado; sua participação em Drifters foi até então bastante curta nesse episódio número três, mas certamente ele irá aparecer mais. Hijikata era filho de um pobre camponês, nascido em 1835, após a morte de seu pai ele passou a viver
com seu irmão. Hijikata era considerado uma criança má, e sempre arrumou muitos problemas para sua família pobre, até o dia em que presenciou o ritual cerimonial Sepukku, de um jovem samurai, que se matou bem na frente de Hijikata, que chorou muito e mudou seu caráter. Após isso o garoto começou a treinar com sua espada sozinho, e já mais velho foi apresentado a Kondō Isami, que se tornou mestre dele e o ensinou corretamente usar sua Katana. Mais tarde eles fundaram o Shinsegumi, a policia Samurai de Kyoto. Hijikata era como membro do Shinsegumi o mais sério de todos, e obrigava a todos seguirem perfeitamente as regras da organização, sendo ele o responsável por grande parte dos Sepukku dos jovens do Shinsegumi. Mais tarde, em  1869 após a morte de Kondo, ele lutou contra o império e morreu em batalha, mesmo que seu exército tenha vencido a batalha uma semana depois.

Após a introdução desses personagens, claramente não os únicos a surgirem nesse episódio, mas sim os que mais me chamaram atenção; eu vou passar agora a falar um pouco sobre o desenvolvimento do terceiro episódio, e o que conhecemos com ele:

O surpreendente, e eu diria que ponto chave desse episódio foi a reintrodução do personagem Abe no Haruakira, um personagem que claramente exerce uma função de liderança, e nos dois primeiros episódios do anime se demonstrou suspeito e escorregadio, parecendo talvez ser o grande vilão da
obra, mas nesse terceiro episódio ele se desenvolveu para o que podemos considerar um aliado dos protagonistas. O episódio focado na tentativa de Haruakira de defender uma cidade usando seus aliados Drifters foi claramente uma forma de introduzir novamente o personagem, e demonstrar sua face confiável. O episódio também foi uma oportunidade de estabelecer bem a disputa que há nesse mundo fantástico, o episódio age como um direcionador, agora temos certo conhecimento da existência de vários reinos, e de um inimigo comum, que controla os chamados “Ends” e parecem desejar pela destruição de todos os reinos. Em contra partida, também conhecemos o lado rebelde dos reinos, e a falha que as atitudes deles acabam trazendo.

Mais uma vez Drifters usou mais da metade de seu tempo de episódio para arrastar grandes sequências de combates com pouca informação e desenvolvimento de enredo acontecendo; grande tempo do episódio foi dedicado a uma guerra onde o chamado “Rei Negro” fez a sua entrada, e pôde estabelecer sua soberania e poder absurdamente superior. Foi nesse momento de introdução do vilão real da série, que conhecemos um outro elemento importante do anime; até então todos os personagens que surgiram tinham apenas as habilidades que já tinham no mundo de onde vieram, mas os “End’s” introduzidos no episódio vieram demonstrando poderes absurdos e as vezes até irônicos; deixo o exemplo de Joana D’arc que morreu queimada em uma fogueira, e surge no anime com poderes de fogo e uma personalidade sádica e piromaníaca. A maior dúvida que surge dessa revelação é se essa característica de poderes sobrenaturais é ou não exclusiva dos “ends”.


Novos personagens carismáticos e curiosos surgiram, e pouco espaço tivemos para nossos protagonistas brilharem na tela, o pouco apresentado foi no clima de humor, com um desenvolvimento bem pouco satisfatório, mas que  certamente nos levará a consequências futuras. O episódio número três nos introduziu um mar de perguntas novas, e nos deixou com a certeza de que ainda não conhecemos nada do universo fantástico de Drifters.
Animes Destaque Da Semana #32 - Drifters Episódio 03! Revisado por Jhonatan A. Gonçalves em segunda-feira, outubro 31, 2016 Nota: 5
Todos os direitos reservados Animes Tebane © 2014 - 2017
Hospedado no Blogger, tema desenvolvido por Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.