Animes Destaque Da Semana #23 - Orange Episódio 10 - Enfim o peso desaparece!




Esse artigo tem o objetivo de falar um pouco sobre os episódios dos animes em lançamento na temporada corrente. O artigo será formado por animes que na minha opinião mereceram destaque na semana, então vou falar sobre seus episódios e minhas expectativas, esperando sempre a colaboração de vocês leitores!

***

Agora estamos bem próximos da conclusão do anime! Essa semana tivemos até uma participação especial no texto! Bom, trago para vocês mais essa review de episódio, com nosso décimo episódio de Orange:

Orange
(Episódio 10)

Enfim encontramos a conclusão de um pequeno arco da obra que se arrastou pelos últimos episódios, tivemos nesse décimo episódio uma bela e bastante simples conclusão do festival esportivo, onde com bastante bravura todos os quatro amigos de Kakeru e a Naho lutaram com tudo para salvar o garoto de uma melancolia que vinha se arrastando e se ampliando. Entretanto também foi um episódio bastante "seco", o desfecho foi bastante direto, tanto inclusive que pude conferir no nosso top semanal de episódios, que Orange não foi lá muito bem essa semana, chegando em sua posição mais baixa até então nessa nossa pesquisa, inclusive pude observar algumas pessoas até mesmo reclamando um pouco do episódio, que foi de fato bem leve, deixo já o aviso que eu como sempre gostei muito do episódio.

Nessa reta final da obra, o que não falta é emoção, afinal todas as cartas já foram postas na mesa, agora possivelmente ou não só resta surgir o debochado coringa para bagunçar tudo. O episódio se iniciou com um ar um pouco pesado, afinal para quem não lembra no final do episódio nove o Kakeru se demonstrou
bastante hostil com a Naho, e posteriormente revelou ser apenas ciúmes, entretanto entre eles essa situação ainda não havia sido superada, tanto que Naho estava até mesmo bastante receosa de uma aproximação, foi quando um professor resolver os unir e dar uma chance deles conversarem; dizendo assim parece que o professor é um personagem importante, e que fez de forma intencional não é? Mas não foi bem assim, felizmente a obra se reteve em adicionar mais elenco, seguimos com a escalação padrão. Quando por destino(chamado professor aleatório A) Kakeru e Naho precisam trabalhar junto para levar até o depósito do colégio um pesado objeto, enfim o casal protagonista ganha a chance de conversar um pouco mais, e por incrível que pareça a resistência surge da parte da Naho, que com razão estava com medo de tentar se aproximar de Kakeru, e quando a situação parecia insustentável entre o casal, os amigos surgem para resolver o problema!

Naho e Kakeru juntos segurando um peso que obviamente ele não conseguiria levantar sozinho, e mesmo com a ajuda da garota a coisa não parece funcionar, até que surgem os quatro amigos restantes para ajuda-los, sendo assim, com a ajuda de outras pessoas dispostas a dividir o peso, enfim fica leve o suficiente para que se torne real mover o objeto sem sofrimento. Uma brilhante analogia para a situação que está atravessando Kakeru, um momento de sua vida em que o peso em seus ombros é tão grande que dificilmente ele poderia carregar sozinho, por conta disso vinha o garoto se arrastando com seu fardo e
colecionando feridas profundas em sua alma, até que por um breve momento capturou a atenção de uma linda porém frágil garota, Naho, que de sua forma um pouco atrapalhada começou a ajudar o garoto a carregar seu pesado fardo, mas como conclusão, o destino ainda reservava o apoio incondicional de Hagita, Suwa, Azusa e Takako! Agora o fardo é até mesmo fácil de carregar; a obra fez uma bela representação de enfim um momento de libertação de Kakeru, que agora teve sua chance de sorrir sem culpa. Devo dizer que foi bastante simples, e um drama bem leve, tão leve que para algumas pessoas pode parecer que foi simples até demais, ao contrário do esperado não tivemos muitas lágrimas e gritos exaltados para fazer com que Kakeru voltasse a si, e decidisse viver com um sorriso no rosto, apenas algumas palavras foram o suficiente, eu diria que foi um drama leve e longe de ser forçado, se encaixou no enredo e tivemos enfim uma representação de uma libertadora (quem sabe momentânea) de Kakeru.

Com muitos protestos de Hagita, enfim chegamos no decisivo momento: a corrida de revezamento está chegando! Para deixar as coisas mais quentes o romance entre Hagita e Azusa começa a chamar a atenção de todos, e inclusive uma promessa de namoro ficou em aberto na conclusão do episódio. Em contrapartida, o casal protagonista ainda estava bastante tímido, e com um certo empurrão até mesmo Kakeru ganhou recompensa. Não que não fosse esperado, mas com bastante adrenalina a corrida concluiu com o vitória do
grupo protagonista, o foco do momento era passar até Kakeru a mensagem que ele precisava ouvir, e até ele cada um dos amigos se esforçou para que a mensagem pudesse chegar como conclusão um pedido para que Kakeru sorria, e siga vivendo mesmo daqui dez anos foi o sentimento passado para ele por Naho, um sentimento de todos. Kakeru Bolt com uma incrível virada sobre todos mesmo com a pata machucada conseguiu a vitória tão desejada, se nem ao menos cair como dizia a profecia das cartas! Uma pequena vitória para Kakeru, mas uma grande vitória para a carta do futuro, que até mesmo isso conseguiu resolver! Não que os protagonistas tenham se guiado pela carta para chegar a essa conclusão. Mais uma vez a carta se mostrou útil em prever o fato, mas não tão direta na solução, demonstrando a Naho que as vezes a melhor solução é apostar no desconhecido junto com seus amigos. Resultado do festival: Kakeru deu um beijo bem tímido em Naho, e saiu todo feliz. E Hagita conseguiu com a força de mil homens ultrapassar dois corredores, será que Azusa mantém a promessa e começa a namorar com o grande corredor?

Com o fim desse episódio, uma duvida enorme surgiu: o que será que podemos esperar para os próximos três episódios!? Segundo minhas fontes não muito seguras, nos resta apenas seis capítulos de mangá para ser adaptado em três episódios! Uma proporção imediatamente descabida, ou quem sabe não... Bom, ao fim do episódio minha maior duvida se moldou em uma longa discussão com Kaguya (Minha esposa, outra autora do blog). E o tema da discussão? Simples e muito importante: Haverá algum outro conflito surgindo nesses últimos três episódios, ou apenas vamos assistir o desfecho de todo o drama? Bom, na minha opinião ainda teremos algum último e decisivo conflito! De fato tudo está indo para o caminho mais certo, e as feridas de Kakeru estão aos poucos se curando, mas com minha experiência em obras semelhantes, ainda sinto a falta de um último conflito, que diferente dos anteriores não poderá ser resolvido pelo coletivo, espero então pelo desenvolvimento de um ultimo atrito no enredo, esse sendo um definitivo o qual apenas Naho poderá salvar Kakeru. Minha expectativa fica a volta de um clímax e de uma conclusão bastante dramática, entretanto para Kaguya, não será bem assim! Tanto que ela se colocou a escrever um rápido texto trazendo sua opinião que você confere abaixo:

"Acredito que Orange não terá um grande conflito a se esperar, pois tudo foi construído aos poucos, o coração do Kakeru foi amadurecendo devagar com ajuda de todos os seus amigos... E para um conflito vir com um efeito tão grande assim nesse ponto, teria que se distanciar até mesmo do que é o anime; Como por exemplo um gravíssimo acidente que deixasse alguém em coma, ou permanentemente com sequelas, e que de certa forma fosse culpa do Kakeru, mas isso vai contra todo o principio e construção do enredo até então.

Se podemos ter algum problema? Sim, mas algo um tanto quanto simples que não coloque vidas em risco, como por exemplo a frustração de não haver um avanço logo no relacionamento dele com a Naho.
Esta crença de “o protagonista vai ter o final só para as mãos dele” é uma ideia muito Shounen, onde todos treinam juntos e no fim o protagonista luta e o resto assiste, a base deste anime é a amizade, então não haverá nenhum peso que vá ficar na mão de só um deles agora. A única coisa que ficaria só nas mãos da Naho, é ser a principal pessoa da vida dele até o fim.

Fora que o psicológico e a amizade foram conquistados com suavidade e firmeza, Kakeru literalmente mudou seu coração tendo a amizade do pessoal e não há nada que possa o fazer querer morrer novamente, já que ele sabe que seus amigos estão ali e que sua mãe quer vê-lo sorrindo. Não estou dizendo que agora é tudo sorriso e alegria, a morte de uma mãe sempre vai doer, mas você tem pessoas que te amam, que te fazem ter um motivo para continuar levantando da cama de manhã e sorrindo.

Concluindo... Minha aposta é que os três episódios restantes (que são apenas 6 capítulos de mangá) se foquem na relação de Naho e Kakeru, assim como na dos outros dois possíveis casais, também em uma visão mais feliz da mãe do Kakeru, que agora se voltaria ao passado para sorrir e não chorar, e por fim em qual é o “dez anos depois” desse novo futuro que Naho, Suwa, Hagita, Azusa, Kakeru e Chino construíram juntos, o que fecha três episódios."



Bom, independente de qual opinião no fim se demonstre a verdadeira, o que sabemos é que muita expectativa nos aguarda, e eu poderia me arriscar a dizer que até mesmo quem acompanha o mangá da obra deve estar nervoso pela espera, afinal com apenas seis capítulos a serem adaptados em três episódios, não seria estranho nos depararmos com uma obra de final original, ou alguns trechos independentes do mangá. Em todo caso, vamos continuar assistindo Orange, e esperando por uma conclusão inesquecível!

Bom, deixe abaixo sua opinião sobre o episódio, e continue acompanhando o Animes Tebane!