Lendo uma História: The King Human - Capítulo 1


Continuando com a história da semana passada. Estou pensando em postar 2 vezes na semana, mas terei que ver se consigo.

Gênero: Ação, Aventura, Demônios, Mistério.
Sinopse: O antigo Rei Demônio foi morto 300 anos atrás pelos Cavaleiros Sagrados e o inferno ficou sem alguém para comandar. Demônios aos montes iam à procura de comida na Terra e seus números diminuíam cada vez mais graças aos Caçadores. Para que as forças do Inferno não caísse em desgraça, um novo Rei precisava se erguer. Com isso em mente, um demônio apostou tudo que tinha em busca de um novo Rei, na Terra.


-----------------------------------------------------------------------

Capítulo 1: 3 anos depois


Local: Amazonas, Brazil
Horário: 10:00 am

Uma floresta gigante e farta de riquezas, que não se consegue ver um final nela.
Barulhos de explosões ecoam diante esse majestoso lugar. Logo nas proximidades, se encontra um homem... não adentro da floresta, mas sim acima dela. Planando acima de tudo, um homem com seu agasalho verde aberto, vestindo uma camisa preta por baixo, cabelos negros, olhos castanhos mel e sua pele branca um pouco bronzeada. Seu sorriso podia ser visto por toda região, alegre como se tivesse ganhado na loteria. Seu olhar atravessa o horizonte, mas parecia estar focado no centro da imensa floresta. O homem então estica seu braço, apontando para a direção de seu olhar. Uma luz forte surge de sua palma e a voz do homem ecoa.

???:
-CANON X!!!

A palma de sua mão emite um feixe negro, parece tão claro como o sol, mas não machuca a vista de seus convidados que estão presentes por toda a floresta. Animais de vários portes e raças, presenciando algo esplendoroso, mesmo sabendo que aquilo destruiria suas casas mais uma vez. O feixe se direcionou a floresta, exatamente aonde não se encontra muitas árvores, uma parte mais vazia e única, dentro da imensidão verde. La se encontra uma mulher de cabelos azuis igual a cor dos céus, sua roupa, um kimono branco folgado apenas amarrado por um laço azul em sua cintura, mangas tão grande quanto seus braços, com um busto farto e um corpo pequeno, sua pele branca como a neve e olhos azuis celeste; o nome dessa mulher é...

???:
-ONNA, MELHOR NÃO ME DECEPCIONAR!!!

O rosto de Onna ficou com uma expressão de raiva.
-NÃO FIQUE SE ACHANDO, SEU PIRRALHO!!! FLOWERS SPIRAL!!!
Assim gritou Onna como se as palavras do homem a afetasse.
Milhares de flores feitas de gelo a circulam, criando uma muralha em sua própria volta. O feixe negro se aproxima cada vez mais rápido, então acertou em cheio a muralha e vários fragmentos de gelo se espalham por todo o lugar. Com um ar de satisfação, Onna se pronunciou.

Onna:
-ACHOU MESMO QUE ESSE ATAQUE FRACO ME DERROTARIA? PIRRALHO IGNORANTE!!!

???:
-Hey, eu não sou mais um pirralho, já tenho 21 anos.
O homem pareceu sussurrar em seu ouvido.

A feição de orgulho de Onna mudou e se tornou algo mais desesperador. Tentou se virar o mais rápido que conseguia para defender do possível ataque que vinha por trás, mas ela não é rápida o suficiente para parar isso. O braço dele atravessou o peito de Onna, como se fosse uma lança e isso trazia más lembranças para ele, poucos pensamentos não o abalam e sim trouxe um sorriso amedrontador. Estranhamente mesmo seu braço atravessando o peito de Onna, não saiu nem mesmo um pingo se sangue, mas sim no lugar saiu uma espécie de fumaça negra. Onna com uma feição de dor, só conseguiu gemer diante a situação. Então ele  resolve retirar seu braço e Onna cai de joelhos no chão.

Onna:
 -Pirralho você está louco? Já disse que não tenho muito mais poder espiritual sobrando para me recuperar desses ferimentos.
Assim disse Onna enquanto usa seu gelo para fechar o buraco em seu peito.

???:
 -Hmm mas se bem me lembro, você disse que era para eu ir com tudo, só realizei seu desejo. 
Disse o homem com um ar de confuso.

Então Onna suspirou e se levantou, aceitando as palavras que ele havia dito.
Assim que se ela se levantou, o homem a abraçou por trás e sussurrou alegremente.
-Não se preocupe, não vou deixar ninguém te machucar. 
Onna ficou aliviada e contente com suas palavras, logo ele a soltou.
Ela se pronunciou, enquanto lançava uma magia no ar. 
-Está na hora de irmos para casa.
Um portal azul estranho se abriu em meio ao ar, é como se o espaço tivesse se partido ao meio e abriu uma fenda para outro lugar. Então os dois se dirigem ao meio desse portal e somem junto com ele, sem deixar nenhum rastro... foi então assim que pensaram.

Uma pequena parte da floresta já vazia, sem árvores ou grama, apenas cinzas e destruição ao seu redor. Nativos que abrigam a floresta, viam esses dois lutando dia após dia e expectavam como se fosse um show que seus Deuses proporcionaram. Mesmo não sabendo o que acontecia ali, eles veneraram ambos como se fossem seres sagrados.

Capítulo 1: Fim
Página: 02

Autor: Devys

-----------------------------------------------------------------------

Capitulo revelando a mulher por trás de tudo, mas qual será o nome do homem?
Caso gostem, comentem e divulguem para seus amigos!! Caso você queira me adicionar no Facebook para maiores informações ou queira baixar a história para ler sossegado, acesse o link: Leia com mais tranquilidade.
Até a próxima postagem!!