Indicações da Semana 111 - D-Frag!


Bem-vindo(a) ao nosso artigo semanal de Indicações de Anime, onde toda semana eu recomendarei um anime (avá) falando um pouco sobre ele sem Spoilers para que você possa checar se ele faz o seu tipo ou não!

***

Olá pessoal! Ontem após escrever em um artigo aqui o quanto o azar pode ser surpreendente, ele me surpreendeu mais uma vez, e me vi sem eletricidade por conta de um acidente, minutos após, a energia voltou para a felicidade de todos, entretanto a internet não voltou junto, e assim fiquei sem contato com o resto do universo até o atual momento. Então, fiquei pensando qual anime deveria indicar, já que sem a lista disponível aqui no blog (Com mais de 110 animes) eu de fato fico perdido na hora de achar um anime ainda não indicado. Contando com a sorte (que até então estava bem longo, de férias em Acapulco) eu me vi em necessidade de escolher aleatoriamente um anime, e esse foi D-Frag, para minha sorte (ela voltou) o anime ainda não foi indicado até agora! Agora estou indicando ele no texto que segue abaixo:

Inclusive, se você é novato por aqui, pega seu dicionário otaku, ele salvará sua vida!

Nome: D-Frag
Ano de lançamento: 2014
Gêneros:  Comédia, Colegial e Comédia Romântica
Numero de episódios: 12















O anime nos apresenta Kazama Kenji, um jovem colegial tido por todos como delinquente e perigoso, um protagonista que de fato se destaca entre o elenco, tanto com sua personalidade forte, quanto por sua aparência punk. Kenji além de temido, é líder de um grupo com outros dois ou três integrantes que são conhecidos como os delinquentes do colégio, e assim temidos são evitados pela maior parte dos alunos, porém apesar de toda sua aparência forte, ele acaba sendo bastante gentil, e em dia comum acaba por ajudar uma garota desconhecida que acaba se atrapalhando com panfletos de recrutamento de um clube qualquer de seu colégio.

Kenji e seus companheiros não entraram em nenhum clube do colégio, afinal é contra a política delinquente deles, e mesmo indo contra a vontade geral, Kenji mantém suas ordens sobre seus amigos e subordinados para não eles não se alistem em nenhum clube. Entretanto, nada na vida é tão simples, não é? Passeando pelo colégio Kenji se depara com uma sala saindo fumaça, e sendo sempre prestativo se dispõem a ajudar as garotas no interior da sala, e logo percebe que está ajudando Roka, a garota que mais cedo havia encontrado no portão do colégio, porém ao entrar na sala do clube, ele não pôde mais sair. O incêndio no interior da sala havia sido criado pelas garotas que fazem parte de um estranho clube, e a líder delas inicia um ataque impiedoso contra os companheiros de Kenji, e só restando ele de pé, ele fica condenado a se juntar ao clube de criação de jogos, mesmo que para isso elas tenham que o obrigar! E assim começa a jornada de fuga de Kenji, que acaba sendo perseguido por quatro estranhas garotas que afirmam ter poderes elementais (muito embora elas apenas usem terra, fogo, eletricidade e água para bater nele), e a fuga do rapaz pouco dura, até que ele se vê obrigado a se juntar ao clube, onde sua vida jamais será a mesma.


O anime então tem seu enredo focado em mostrar o dia a dia do clube de criação de jogos provisório, um clube onde seus integrantes fazem de tudo, mas quase nunca criam jogos. As garotas do clube, e agora Kenji, acabam sempre se envolvendo com estranhas competições ou conflitos com outros clubes do colégio, e a obra se desenvolve sempre sobre o cotidiano nada comum desse grupo bastante estranho.




Inicialmente esse anime pode acabar se passando por apenas mais um anime de temática colegial que aborda de alguma forma esse tema de "clube" em um colégio, usando disso para criar humor e descontração em um cotidiano, porém a obra vai muito além dessa construção bem comum para enredos de obras colegiais, o anime traz em seu conteúdo muito humor, uma comédia sempre baseada no inesperado e no non-sense. Quase nada no colégio faz sentido, exceto o protagonista que por muito contesta tudo de estranho que acontece ao seu redor.

A obra consegue ser uma comédia memorável, com ótimas quebras de expectativa, além de personagens
sempre de personalidades fortes e marcantes, entretanto a obra também desenvolve um romance bem interessante, além de as vezes acabar escapando para algum desenvolvimento de ação bem atraente, então sendo essa obra bem completa e cheia de bons momentos.

Os personagens que vão sendo introduzidos ao decorrer da obra, assim como os que já são inseridos logo no primeiro episódio, são de fato interessantes para um enredo de humor tão descontraído, e normalmente tendem a surpreender com suas aparências e personalidades destoantes, quando o humor acaba se firmando com a discrepância que se dá entre a identidade visual do personagem, e sua personalidade igualmente oposta ao que se espera. A obra conta com um elenco bem inesquecível, apesar de seus curtos 12 episódios.

Um dos fatores desse anime que preciso ressaltar, é que diferente de outras obras do gênero, que em muito se parecem com ela, essa obra não vai perdendo conteúdo conforme desenvolve, muito pelo contrário, a cada episódio novos personagens e situações vão se formando, então o humor vai se mantendo sempre renovado, e a obra não acaba ficando sem graça e desinteressante com o passar dos episódios.

Se você leitor, está buscando uma obra que lhe faça rir em muito dos momentos, e ainda mesmo em meio a um elenco baseado no non-sense, consiga encontrar personagens interessantes e intrigantes, essa é uma boa dica de anime para você passar um tempo, e descontrair um pouco!