Animes Destaque Da Semana #15 - Orange episódio 5!




Esse artigo tem o objetivo de falar um pouco sobre os episódios dos animes em lançamento na temporada corrente. O artigo será formado por animes que na minha opinião mereceram destaque na semana, então vou falar sobre seus episódios e minhas expectativas, esperando sempre a colaboração de vocês leitores!

***

Esse artigo estava pronto desde ontem no horário que deveria ser postado, mas quando fui postar a internet se foi, e eu fiquei olhando para o nada e pensando como o azar as vezes é presente na vida de um blogueiro.

Em todo caso, o artigo semanal tratando do quinto episódio do anime com a melhor abertura de todos os tempos (sim, virei fã), começa agora...

Orange
(Episódio 05)

Sempre há em Facebook e outras redes sociais discussões entre fãs de animes no geral, sempre buscando encontrar quem seria o personagem mais poderoso de todos, e nesse episódio de Orange eu encontrei ele: Suwa, o homem mais resistente do universo. Ele aguenta qualquer golpe no coração com um sorriso no rosto! Não há "friendzone" que pare este soldado!
Esse quinto episódio de Orange foi de longe o que mais desenvolveu o clima de romance entre os protagonistas até aqui, entretanto foi de forma tão sistemática que todos os personagens colaboraram com isso, que algo parece estar indo para um caminho muito certo, tão certo, que chego a dizer que algo de muito errado irá acontecer, sinto que quanto mais próximo do ideal chegamos, mais nos aproximamos do pior.

O personagem que mais se destacou nesse episódio foi sem duvidas Suwa, que logo de inicio começou a empurrar Suwa e Naho a um relacionamento, mesmo quando claramente é apaixonado pela garota. Todos os amigos a volta também estão empurrando esse possível relacionamento para frente com força, além de tudo a Naho do futuro também parece estar armando um resultado agradável para ela, enfim todos estão opinando em tudo, e a Naho está apenas escolhendo as melhores opções das alternativas que são expostas em seu caminho, como conclusão eu vejo até então Naho como uma marionete de todos.

Logo nos primeiros minutos do episódio, quando Kakeru e Naho são empurrados a um pequeno encontro após as aulas, já começamos a assistir um episódio carregado de cenas românticas, onde os sentimentos dos protagonistas começaram a ser expostos com bastante evidência, nesse episódio pudemos ver Naho chorando de alegria, Kakeru vermelho de vergonha, e outras cenas igualmente interessantes para o romance da obra, e em meio ao clima romântico foi liberada oficialmente a informação que Suwa realmente terminou seu curto relacionamento com Ueda.

Se o romance do episódio foi o grande foco, ainda houve um segundo fator que muito me atraiu, um
professor de ciências dando aula sobre viagem no tempo, e de forma bastante certeira, ele começou a nos demonstrar que o anime provavelmente trabalhará com a teoria de múltiplos universos, logo o futuro por nós assistido todo esse tempo, em pequenas cenas, será fixo, e as ações de Naho em nada podem mudar os arrependimentos de seu futuro, se não a certeza de que em um universo paralelo as escolhas certas foram feitas. Naho, percebendo tal fato se sentiu em angustia por nada poder fazer para mudar o futuro de sua versão que se esforçou tanto para lhe dar um destino livre de arrependimentos. Se esse foi um choque para a protagonista, ela também teve que começa a lidar com um presente diferente do que diz a carta que vem lhe guiando.

Um outro diferencial desse episódio, foi a Naho começando a agir de forma totalmente espontânea, nesse episódio apesar de ser empurrada de todos os lados para fazer suas decisões, ela pôde pela primeira vez escolher fazer o que a carta não ordenava, em prol das memórias de sua versão futura. Naho foi além de sua personalidade contida, e quase que se declarou para Kakeru, que pela primeira vez demonstrou receio em seguir com o relacionamento, se preocupando com Suwa, que todos sabem que ama a protagonista.

Em um cenário de festival escolar, bastante típico de animes colegiais, Suwa se demonstrou um gigante, um verdadeiro super-homem, quando conseguiu além de abrir mão de seus sentimentos pelo bem de Naho e Kakeru, os apoiar e começar a jogar um em cima do outro com força, esse é o Super-Suwa, resistindo aos mais poderosos golpes bem no coração. Esse foi o primeiro momento que dessa obra, onde comecei a torcer um pouco pelo bem de Suwa, que é o maior obstáculo para a formação do casal protagonista.
Naho teve nesse episódio a chance de demonstrar sua personalidade frágil e constrangida também, e em um desenvolvimento previsível a protagonista foi levada a quase um conflito físico com Ueda e algumas amigas, e esse conflito que estava sendo armado desde o inicio do episódio, foi a oportunidade perfeita para um contraste evidente para os últimos minutos do episódio. Se todo o episódio Naho estava sendo empurrada para Kakeru, nesse fim ela decidiu se atirar nos braços dele, ela colocou a presilha que ganhou de presente, e se preparou para um clima bem romântico, mas quis o destino uma reviravolta, onde quem a salvou das mãos da vilã Ueda, foi Suwa, que ainda após a salvar, continuou firme e forte empurrando a protagonista para Kakeru, e ainda finalizou o episódio em lágrimas de felicidade. Não há nesse universo homem de coração mais resistente que esse tal de Suwa, não basta perder o amor para um amigo, ele ainda ajuda o tempo todo.

Para o futuro da obra, só podemos guardar expectativa, é impossível tentar prever como tudo vai terminar, mas sinto que cada vez estamos mais próximos de grandes conflitos românticos, e começo a imaginar que talvez o fim não seja tão agradável quanto eu comecei a imaginar que seria nos primeiros episódios. Estou aguardando um desfecho trágico, e cheio de drama e lágrimas.


E vocês, o que estão esperando dessa obra? O que acharam de mais esse episódio? Comentem abaixo suas opiniões sobre o anime, e até a próxima semana!