Top Ad unit 728 × 90

Uma Primeira Impressão - Fukigen na Mononokean



Nova temporada, novas primeiras impressões, dessa vez da temporada de Verão (Julho) 2016!

A Primeira Impressão é obviamente referente apenas ao primeiro episódio do anime, ou seja, ela é feita assim que o episódio 01 estreia e não será atualizada após o lançamento do resto da obra!


Nome: Fukigen na Mononokean
Gênero: Comédia e Cotidiano
Sinopse: A história é sobre um jovem chamado Ashiya que passa a primeira semana inteira do ensino médio na enfermaria, pois um Youkai, cujo só ele consegue enxergar, grudou em seu ombro e se recusa a sair. Desesperançoso, ele encontra um cartaz sobre um exorcista e resolve pedir ajuda ao jovem chamado Abeno, que após certa insistência exorcista a criatura e pede para que Ashiya pague o trabalho com dinheiro, e sem poder pagar o valor, Ashiya acaba sendo obrigado a entrar a trabalhar como ajudante de Abeno para pagar sua dívida.






Segue abaixo a Primeira Impressão sobre Fukigen na Mononokean;
(Opinião A // Opinião B)



Traços/Gráfico: 6.0
Motivo: Os cenários possuem alguns detalhes de "itens", mas as sombras, texturas e cores deles são mal feitas. Só que aparentemente o anime sabe desse problema dele, que é para cenários externos, e mostra as coisas de uma forma que suavize isso e o deixe até “não tão reclamável”, caprichando nas cores e sombras em relação aos personagens, mas na medida certa.

Traço/Gráfico: 7.0
Motivo: Com cenários claros e fundos bem desleixados, a obra se inicia não demonstrando grande beleza em seus cenários, e mesmo ao decorrer do primeiro episódio foram raros os momentos onde os cenários eram detalhados, é possível notar a falta de interesse em decorar muito os cenários de segundo plano, e isso conseguiu me incomodar bastante. Os traços dos personagens são firmes e bem delimitados, é possível sentir o quanto se destacam dos cenários com contornos tão fortes e marcantes, em contra partida falta detalhamento em objetos de cenários e objetos de cena. Os tons usados nos personagens são bem mais firmes que os usados em cenários ou em personagens de fundo, o que de meu ponto de vista é um ponto a favor, quando usado na medida certa, que foi o caso desse anime.




Personagens: 7.0
Motivo: Com as características de animação citadas acima, o design de personagem se provou imediatamente aceitável. Os personagens importantes não são tão sem característica visual a ponto de se perderem entre os personagens da própria obra, mas quando comparados a um mar de personagens de outras obras, certamente eles se tornam bastante indistintos, afinal são bem semelhantes a vários outros personagens de várias outras obras, isso se aplica ao protagonista Hanae e ao personagem Haruitsuki, que foram foco do primeiro episódio.

Quanto a personalidades, posso dizer que imediatamente nenhuma me sugeriu clichê, por mais que não tenha conseguido enxergar destaque nos personagens como objetos de importância em transmitir o enredo, consegui ao menos notar consistência inicial em suas personalidades, com exceção da cena inicial do anime, onde achei a reação do protagonista bem fraca quando levamos em conta a situação de encontrar um monstro que lhe agarra, senti que faltou um desespero extra para transmitir o pânico de encontrar o desconhecido.

Um último personagem que me chamou atenção, foi a mãe do protagonista, que imediatamente sugeriu importância no enredo.

Personagens: 6.0
Motivo: O protagonista tem um designer que eu jurava já ter visto em algum lugar e agora me lembrei; O cara do anime de Phantasy Star! Achei a personalidade dele meio apagada no começo, até demais para ser considerado um genérico, como se ele só fizesse o que o script fosse precisar para o andamento do episódio, só que depois isso passou e ele se mostrou ao menos aceitável para mim.

Aquele loiro que lida com Yokais eu já vi em um cinco animes diferentes e a personagem dele estava na linha do clichê para sua aparência e fora dela ao mesmo tempo, sendo um cara meio cara fechada e estilo delinquente, porém o que o afasta do clichê é que ele demonstra se importar com os Youkais com carinhos e sorrisos.

Estranhamente ainda sim nada disso que apontei de negativo me incomodou durante o episódio a ponto de atrapalhar meu interesse...



Enredo: 7.0
Motivo: Uma proposta bem batida: O protagonista que enxerga Yokais. Eu poderia ficar aqui enumerando animes bem-sucedidos e malsucedidos com tal tema, mas prefiro evitar essa etapa, e deixar em evidência o que o anime fez de bom ao trazer essa proposta.

No primeiro episódio tivemos um misto de emoções bem fraquinhas, com uma dose de humor servindo de alívio cômico, e um pouco de "tristeza" com a partida do Youkai que se apega ao protagonista. O anime me pareceu surgir com uma proposta bem básica e divertida, cada episódio deve surgir um conflito que provavelmente será resolvido no mesmo episódio, certamente novos personagens devem surgir, e o anime deve viajar entre um clima cotidiano/humor leve/ momentos tristes. Parece um bom anime para aliviar a tensão...

Enredo: 7.5
Motivo: A história é simples e daquelas que vão ser bem leves e aleatórias, algo que na verdade me atraiu bastante, sendo a dose de relaxamento com aplicação que prende o público que Tanaka-kun falhou de ser na temporada passada. Mas inicialmente achei que o drama apresentado foi meio vazio, não tivemos tempo de amar a bola de pelos branca (que pelo que a Internet inteira mostra, vai voltar e ser o símbolo da obra)


Abertura/Encerramento: 7.5
Motivo: No começo da abertura, eu achei as imagens um pouco lentas em relação ao nível da música, mas depois da metade dela percebi que havia sim sintonia, que era através da calma e aventura, como se a música contasse um conto leve embora não parado.

O encerramento é bem simples, uma imagem estática se movendo lentamente com zoom, mas eu a adorei por conta da música, que sinceramente já correria para baixar se pudesse!

Abertura/Encerramento: 7.5
Motivo: Abertura com a música chamada Tomodachi Meter coube bem para iniciar o anime, realmente foi uma bela introdução sem economizar frames, rica em movimentos e cenários, uma boa abertura.

Em contra partida, o enceramento no ritmo de Tobira no Mukou na voz de Haruitsuki Abeno (Tomoaki Maeno) foi muito mais econômica, com personagens estáticos e cenários abstrato, de fato bem econômica e quase... chata!

 


Expectativa: 7.0
Motivo: Espero simplesmente uma obra tranquila e divertida de assistir, admito que é quase impossível esperar um grande enredo com reviravoltas surgindo dessa obra, então prefiro resumir minha expectativa com apenas: Vou assistir... Por enquanto.
Expectativa: 7.0
Motivo: Acho que vale a pena sim ver esse anime e estou esperando pelo próximo episódio, mas consigo prever também que posso acabar dropando apenas porque ele é relaxante demais e o deixando para ver quando já estiver acabado de ser lançado como forma de economizar tempo gasto em acompanhar os animes semanalmente.



Uma Primeira Impressão - Fukigen na Mononokean Revisado por Natalia Gomes em segunda-feira, julho 04, 2016 Nota: 5
Todos os direitos reservados Animes Tebane © 2014 - 2017
Hospedado no Blogger, tema desenvolvido por Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.