Indicações da Semana 103 - Kure-Nai


Bem-vindo(a) ao nosso artigo semanal de Indicações de Anime, onde toda semana eu recomendarei um anime (avá) falando um pouco sobre ele sem Spoilers para que você possa checar se ele faz o seu tipo ou não!

***

Mais uma indicação bastante interessante para vocês! Boa leitura a todos... (Sim, estou com palavras bem curtas hoje, será qual o motivo? Vai saber...)

Inclusive, se você é novato por aqui, pega seu dicionário otaku, ele salvará sua vida!

Nome: Kure-Nai
Ano de lançamento: 2008
Gêneros:  Drama, Mistério, Shounen
Numero de episódios: 12















O anime nos conta a história de Kurenai Shunkurou, um garoto aparentemente comum que estuda como qualquer colegial de sua idade, porém durante as noites Shunkurou trabalha como mediador de conflitos, uma função que apesar do nome bastante sutil, requer bastante força e conflito, já que normalmente Shunkurou é pago para bater em bandidos e empresários do submundo. Logo de inicio é revelado que Shunkurou é excepcionalmente forte para sua idade, e está nesse trabalho por ter bastante competência e pouco dinheiro. Morando em um apartamento pequeno e sujo, em um prédio um tanto quanto mal frequentado, o protagonista segue sua vida de "Mediador de conflitos" por meio turno, e estuda no resto do dia, porém quando sua vida parece estar razoavelmente pacifica, sua empregadora de nome Benika Juuzawa, surge dizendo ter um trabalho incrível para ele, e que pagará muito bem por tal "missão", o conflito a ser mediado no entanto é bastante peculiar: Shinkurou precisa cuidar de uma garota de 7 anos de idade chamada Kuhouin Murasaki. Shunkurou aceita a função por bem da criança e por não querer decepcionar Benika, a quem admira.

A vida do protagonista acaba virando uma bagunça tendo que cuidar de todas as necessidades de uma criança, estudar e trabalhar. Para dificultar ainda mais a vida de Shinkurou, Murasaki é uma "Ojou-sama" de uma família incrivelmente rica do submundo. A personalidade forte da garota entretanto, não se prova muito persistente e aos poucos Murasaki começa a se acostumar com a nova vida, que mesmo sem luxo, ela julga infinitamente melhor. Aos poucos a verdade sobre Murasaki começa a surgir, e em alguns fragmentos podemos compreender que a vida dela não era nada fácil em sua antiga moradia, e a família "Kuhouin" ainda esconde muitos segredos obscuros. Por outro lado, o nosso protagonista Shinkurou, demonstra esconder seus próprios segredos obscuros, enquanto tenta cuidar de uma criança, estudar e trabalhar, além de dar atenção para suas pretendentes amorosas em seu período colegial.

Essa é de fato a história de um rapaz um tanto quanto ocupado, estranho, misterioso e muito esforçado...





Com um design de personagens um tanto quanto interessante, e uma visão mais obscura da sociedade, Kure-nai parece uma versão shounen de Usagi Drop.

Temos um protagonista bastante acostumado a seu ritmo de vida, e que no colégio tem seus amigos que mantém a base da falsidade. Tem também duas garotas que de forma
velada vivem disputando a atenção dele, posso dizer que são duas garotas que disputam uma possível interação romântica com um protagonista pouco interessado. De outro lado, vemos Shinkurou como um protagonista bastante "Yandere" ele na maior parte do tempo é falso com as pessoas, e tenta manter o rosto de "Bom Garoto" mesmo que no fundo não seja. Eu até tentei definir ele com uma personalidade bastante clichê, mas ele não é bem isso, eu diria que na maior parte do tempo ele é pouco comunicativo, mas ativo nas conversas, e aparenta ser totalmente inofensivo, quando na verdade é muito perigoso. Shinkurou de forma alguma é socialmente disperso, pelo contrário, ele tenta seguir o rumo da sociedade a sua volta, se algo de errado está acontecendo e ele pode intervir, ele segue o mesmo rumo que todos, e não tenta ser o herói. Entretanto, no período noturno ele é quase que um assassino de aluguel, forçando fervorosamente pessoas perigosas aceitarem "tratos".

Em meio a toda a vida obscura de Shinkurou, uma garotinha bastante carismática surge, e ele que aparentemente é a pior pessoa para cuidar de uma criança, acaba tendo que aceitar tal função, mas apesar disso quando olhamos bem no fundo, Shinkurou e Murasaki são extremamente parecidos, já que a pequena garota tenta seguir os passos de Shinkurou a todo momento, e apesar de ser uma "Ojou-Sama" seu comportamento vai muito além do estereótipo abusado por animes/mangás de garota rica e antipática, pois aos poucos Murasaki se adapta a toda a realidade que é submetida, e demonstra ter uma personalidade muito madura.



Essa é uma indicação para todos que buscam algo como "Mistério/Cotidiano/Shounen" uma mistura pouco comum, que aos poucos revela uma realidade bastante obscura de uma sociedade bem complicada. Digo que se deseja ver um cotidiano um pouco diferente (Pouco sobrenatural) e bastante divertido, essa é uma oportunidade que não pode deixar passar! Apesar de pouco conhecido, Kure-nai apresenta bastante qualidade em seu enredo nada linear.