Animes Destaque Da Semana #6 - Ushio To Tora e Ansatsu Kyoushitsu

Esse artigo tem o objetivo de falar um pouco sobre os episódios dos animes em lançamento na temporada corrente. O artigo será formado por animes que na minha opinião mereceram destaque na semana, então vou falar sobre seus episódios e minhas expectativas, esperando sempre a colaboração de vocês leitores!

***

Olá pessoal! Mais uma vez trazendo os animes em destaque da semana, porém dessa vez farei uma edição dupla, cada uma com dois animes. Essa é a primeira parte da edição dupla, depois dela postarei a segunda parte.

Ansatsu Kyoushitsu
(Episódio 22)


O episódio vigésimo segundo de Ansatsu me surpreendeu totalmente. Ao que o episódio anterior finalizou, pude conversar bastante com Kagura sobre os ocorridos, e certamente durante toda a conversa defendemos juntos a tese de que os episódios que se seguiriam seriam fragmentos do plano de resgate ao Koro-sensei, mostrados de perto e com detalhes, um plano complexo e que provavelmente se faria acontecer com uma reviravolta perto do fim, que revelasse de fato um plano superior ás expectativas. Para minha maior surpresa o plano da Classe-E só se resumiu a um ataque quase que frontal, usando a geografia da montanha que treinaram durante todo o ano, a seu favor. Segundo Karasuma, para aquele lugar, naquele momento, aquelas crianças eram os assassinos mais perigosos do mundo. E assim foi, todo um exército foi abatido por crianças desarmadas de artefatos letais, quanto o exército estava munido de todo o poder de fogo individual imaginável... Durante a invasão, apenas um dos soldados mostrou resistência, e como imaginado, foi surpreendido por Nagisa, e abatido por Karma, que tiveram seus momentos para brilhar a frente do plano de invasão. Nagisa sendo a sombra, e Karma a luz. O caminho praticamente foi aberto com facilidade até onde estava o querido mestre da classe, que os esperava com a certeza de que viriam.

Recebidos com um caloroso abraço do mestre, que os ensinou durante todo o ano, as piores notícias acabaram chegando para eles: Mesmo Koro-sensei não consegue imaginar forma alguma de escapar. Ele deixa claro, que do ponto de vista, esse plano é totalmente perfeito, e mesmo sua forma defensiva não poderia de forma alguma resistir a um ataque de tal dimensão; e mesmo pontos fracos, como um arremesso de uma pedra para quebrar a barreira foi analisado, e neutralizado com o uso de armas que permanecessem em guarda contra qualquer movimento do polvo. No clima de perda inevitável, Koro-sensei começa a dar o que parece ser sua última aula, em meio a seus alunos começa a ensinar que nem sempre se pode vencer a sociedade, e em alguns momentos nem mesmo cabe questionar, e sim apenas seguir o ritmo imposto. A mensagem mais dura já aplicada pelo mestre: A aceitação da derrota, e da perda. Koro-sensei, com palavras brandas, contou que nem sempre o bem vence, e quando tal acontece, não vale questionar.

Nagisa, silencioso concluí algo assustador: No fim, eles foram os assassinos do Koro-sensei. Nakamura revela ter levado um bolo de aniversário para o Koro-sensei, um momento emocionante, e que se demonstra ser uma despedida sem volta, todos cantavam unidos, não felizes, mas tentando aceitar a realidade. Koro-sensei está pronto para aceitar seu destino, e não parece resistir a morte; e pelo contrário tenta instruir seus alunos por uma última vez, quando o já decidido clima de despedida é interrompido por algo inimaginável. Devo dizer, foi de toda forma uma surpresa para mim: Quando o protagonista já aceitou sua morte eminente, surge uma nova batalha, onde agora ele precisa sobreviver, para poder após isso morrer.

O falso Shinigami de alguns episódios atrás reaparece, acompanhado de um personagem cuja a presença se fez notável como inimigo durante boa parte da obra: Kotarou Yanagisawa, o homem vestido de branco. O
mesmo aluno que antes traiu o Koro-sensei quando ele ainda era humano, reaparece para o eliminar, agora transformado em uma criatura assustadora, que se demonstra capaz de alcançar a velocidade de Mach 40, o dobro do Koro-sensei. Não precisa de muito para notar a dificuldade que Koro-sensei lida com a situação, apanhando sem conseguir contra-atacar. É um fato: Não há como Koro-sensei reagir. Sua morte, antes certa, agora é certa duas vezes. É quando tudo parece irreversível, e nada pode salvar o mestre polvo, que surge uma luz brilhante. Sim, é mais um inimigo lançando um ataque de luz nas costas do professor. Kotarou Yanagisawa, cientista chefe da pesquisa que criou as criaturas de tentáculo, agora se transformou em um monstro, que não tem nada a perder, já que culpa Koro-sensei por tirar tudo de sua vida e parte para ataca-lo impiedosamente.

É no fim do anime, que Koro-sensei, sempre sorridente, diz que agora vai a sério como jamais foi antes. Uma nova arma vai surgir, e o mestre agora vai ensinar sobre sua mais poderosa arma, ainda misteriosa. Algo assustador irá acontecer, e a expectativa foi revelada parcialmente no finalzinho do episódio, quando o professor amarelo revela o número do próximo episódio, em uma forma assustadora.


Ushio To Tora
(Episódio 37)


O penúltimo episódio de Ushio To Tora se iniciou com Hakumen No Mono sendo arrastado de volta a seu lugar de cativeiro por centenas de anos. É lá, onde ele vai ter que encontrar seu fim sem fugir. Arrastado por uma massa enorme de monstros, humanos, misticismo e tecnologia? Não! Arrastado por sua arrogância implacável, que não respeitou, temeu ou ponderou, que de alguma forma pudesse ser derrotado.  Apesar de tudo, o episódio começa revelando que ainda há uma ponta solta. Nem todos os elementos necessários para o fim definitivo da criatura milenar estavam reunidos. Para ver a queda, ainda faltava o convidado de honra, faltava chegar aquele que viu o nascimento, para ver também a queda. Lá estava Tora, flutuando sobre a água, com três buracos em seu peito, e acima de tudo, sem seu coração, sem sua vontade.

Mayuko, a nova escolhida da linhagem de Jiemei, usa seu espírito projetado para ir até Tora, um soldado ferido em meio a uma guerra. Uma verdade começa a aparecer, é um fato bastante antigo, que Mayuko se relaciona muito bem com Tora, o único segredo era identificar até onde essa relação poderia avançar, e foi nesse episódio que descobrimos a profundidade do sentimento de Mayuko, que ama Tora, e revela querer viver para sempre com ele. Será o que pode surgir do amor de um demônio, e uma garota humana, escolhida para representar uma linhagem milenar? O futuro não é possível prever, mas sabemos que o amor dela ao menos pôde devolver a Tora um coração. Sim, a criatura que há milênios vive, e jamais pode sentir o que era amor, dessa vez conheceu o amor e a amizade, e o fazer lembrar de tais sentimentos, foi o suficiente para o encher de força. Tora se elevou por cima das águas, com um sorriso de quem busca briga, e se encaminhou em direção ao seu único amigo.

A árdua batalha contra Hakumen No Mono, faz com que alguns pensem que o resultado será o mesmo de 800 anos atrás: A criatura será aprisionada por não poder ser derrotada. Mas Ushio não está querendo aprisionar, Ushio quer vencer, os seus olhos dizem que não vai haver negociação, ele quer terminar de vez com essa arrastada história.

Por incrível que pareça, mesmo em meio a um conflito de proporções apocalípticas, ainda tivemos um pequeno espaço para tratar de uma ferida há muito tempo revelada. Kagari e Raishin, que em suas introduções ao anime, revelaram ter muito medo dos seres humanos, e posteriormente passaram a confiar apenas em Ushio, ganham um tempo na tela para tratar essa ferida, quando são enviados para proteger dois soldados, que antes foram enganados por monstros, e por esse motivo apresentam dificuldade em colaborar com eles. Em uma rápida virada do enredo vemos a dupla recuperando a confiança nos seres humanos, e firmando um pilar de conexão entre monstros e humanos.

E então, nos últimos momentos do episódio, Hakuman No Mono estava para conhecer o medo. Foi quando se encontrou em momento de vantagem novamente, que o último fator negligenciado surge no horizonte em alta velocidade, surpreendendo a todos, inclusive Ushio: Tora Chegou. Agora, temos alinhados todos os elementos para a derrota de Hakumen. A dupla mais poderosa: Ushio To Tora se reúne para sua derradeira batalha.

Empurrado com força e violência, com surpresas e reviravoltas, Hakumen cheio de si, termina refém no mesmo lugar que foi aprisionado por 800 anos. Não há como fugir, não há como protelar, chegamos então ao momento esperado. A lança da besta viajou entre os milênios, sendo feita de ódio, e mantida por esperança. Tora resistiu ao tempo, e a dor, viu os anos passarem diante de seus olhos. Jiemei outorgou a diversas de suas descendentes a missão milenar de manter presa a criatura mais temível do mundo. E diante dos olhos de todos esses, chegou o derradeiro momento: Agora é o FIM!

É no próximo episódio que todos os destinos de tantos personagens incríveis serão decididos. Alguns estão sendo cotados para morrer, como Tora, e a mãe de Ushio. O certo é que ninguém tem sua vida a salvo, mas no fim uma luz deve brilhar...