Top Ad unit 728 × 90

Meditando no Enredo - #3 Usagi Drop: O Coelho Largado


Esse é um artigo novo, que busca de alguma forma atender ao pedido que todos fizeram durante a enquete que perguntou sobre o artigo que deveria ser feito nas sextas... Entendi que querem uma Análise, e como não aguento fazer a tradicional toda semana, decidi fazer essa análise menor toda semana, e na primeira sexta-feira de cada mês, trazer a análise completa!

***

Essa semana vamos falar de Usagi Drop, Anime que estreou em 2011, e conseguiu um grande público em sua época de exibição. Agora, 5 anos após seu término vamos falar um pouquinho sobre ele, e relembrar um pouco dos temas levantados por esse Drama/Josei.

Para você leitor que ainda não conhece esse anime, eu indico uma leitura mais leve e com conteúdo voltado a apresentar o anime para você, então clique aqui e vá conhecer Usagi Drop!



Rin é Banal?


Hoje vamos abordar apenas um assunto usando Usagi Drop como partida para toda problematização!
Usagi Drop, conta a história de um coelho largado, ou melhor uma pobre garota largada em meio a uma confusão familiar. Um velho de setenta e nove anos morre, deixando para trás uma filha de apenas seis anos, é claro que a preocupação de toda a família é decidir esse esse fato um tanto quanto bizarro é legitimo ou não. Em todo caso, a preocupação com a guarda da criança ou os sentimentos pela morte do patriarca da família são totalmente ignorados, e voltados a um assunto realmente "Mais importante". Ela é filha do velho? Como o Velho foi ter uma filha com tanta idade?

Agora vamos esquecer um pouquinho de como essa enredo continua, e vamos nos apegar ao que é
"MAIS IMPORTANTE". Em primeiro ponto temos a garota chamada Rin, que está desolada pela morte do único familiar que sempre teve, porém não recebe o apoio de ninguém. O outro protagonista Daikichi, com seus trinta anos de idade, percebe o clima pesado de discussões, porém prefere se ater de discussões desnecessárias, e tenta descobrir "quem é a garota loira andando pela casa." Sua preocupação, o faz destacar em um ambiente repleto de preocupação egoísta. É muito comum o egoísmo familiar nos dias de hoje, e Usagi Drop demonstrou tal egoísmo com certa leveza, sem tentar criar nenhum vilão para a história.

Em um cenário neutro nos deparamos com muitos adultos discutindo assuntos Banais, e enquanto isso temos uma criança apática tentando se orientar durante a perda de seu mais querido parente, e o corpo de um importante homem da família morto dentro de um caixão.
É notável que a falta de sentimentos está inundando o ambiente, e as preocupações dos "Responsáveis" adultos do ambiente, se acercam em criticar, arrumar um culpado, e eliminar previamente toda responsabilidade que podem acabar tendo. Todos estava cegos no ambiente, cegos pelo medo de terem que mudar suas rotinas por um motivo "banal", e esse motivo se chama Rin.

Nos dias de hoje, as preocupações que em outro momento se faziam protagonistas da vida humana, hoje
representam uma ínfima parcela da vida humana. Antes a preocupação na reprodução, criação dos filhos, amadurecimento de relacionamentos, hoje foi trocada por preocupações mais urgentes e menos sentimentais, ao decorrer de Usagi Drop vamos perceber que por varias vezes Daikichi se sacrifica por Rin, trocando o tempo que ficava se divertindo com os amigos, por trabalho doméstico, trocando a carreira pela criação de uma criança. Atualmente homens e mulheres se espremem no mercado de trabalho, tentando ao máximo afiar suas habilidades para quando possível "matar" um concorrente e subir algum degrau na carreira. Vivemos em mundo onde tudo precisa refletir em números, e o que não dá lucro é desprezado! Na correria do dia a dia, esquecemos quem nós éramos quando crianças, nossos sonhos e nossa bonita visão do mundo. Sempre buscando lucro, sempre buscando um salto na carreira profissional, acabamos sempre deixando alguma coisa banal para trás, e em Usagi Drop essa coisa banal se chama Rin.

Nossa pequena protagonista Rin, nem imagina o quanto essas preocupações modernas mudaram sua vida. De imediato conhecemos Masako, mãe de Rin, que a deixou para trás por conta de sua carreira como Mangaká. Como a carreira exigia muito tempo, uma criança não se encaixava, e então ela abandonou sua filha na posse de um velho. Após a morte do velho (Souichi, se você é curioso), todos os parentes, e possíveis responsáveis legais por Rin começam uma discussão acalorada para decidir quem deve cuidar de Rin, e todos deixam muito claro que ela vai atrapalhar suas vidas. Daikichi, observa tudo de longe, silencioso ele percebe o erro gritante no cenário, e começa a se importar com o banal, ele decide descobrir quem é a garotinha loira, e se interessa pela dor que ela estava sentindo pela perda de seu "pai". Daikichi se tornou um herói para uma garota, sem nem ao menos precisar usar uma capa...
O anime trás uma lição muito pesada, demonstrando através das ações de Daikichi, que de fato existem muitas perdas quando você decide ser mais sentimental e menos obcecado com a própria vida. Porém quando conhecemos a visão de Daikichi sobre tudo, percebemos que ele só vê lucro em ser rebaixado no emprego, perder o tempo com os amigos, ter que cuidar de uma criança, aumentar suas despesas, ter que aprender sobre creches, escolas, vacinas.... Enfim, Daikichi só vê lucros em se envolver emocionalmente em um problema que nem era dele. Será porque Daikichi fica tão feliz em só ter prejuízos?
Assistindo Usagi Drop, aprendi que não devemos nunca esquecer o que a sociedade julga "Banal", tenho certeza que na vida corrida que começa na transição de adolescente para adulto, e apenas acelera mais conforme os anos vão se passando, nós muitas das vezes esquecemos uma "Rin" quieta no canto, apenas apática. Acho que tudo pode ser resumido na frase de um personagem chamado Itami (Protagonista de Gate) " Se eu tiver que escolher entre meu emprego, e meu hobby, certamente escolho meu hobby, afinal eu trabalho para manter ele" Todos nós uma vez envolvidos pelo calor da vida, esquecemos o motivo do nosso esforço, e apenas nos esforçamos para conseguir ir cada vez mais longe! Mas, qual é o motivo de você se esforçar tanto? Usagi Drop nos leva a olhar diretamente para esse motivo!

Daikichi antes de conhecer Rin tinha uma carreira, um salário alto, tempo disponível, e não tinha nada para se preocupar. Após conhecer Rin, Sua carreira estagnou, seu salário diminuiu, seus gastos aumentaram e seu tempo zerou, porém ele ficou feliz por ter um motivo por qual lutar!

Após ver Usagi Drop, convido você leitor a se lembrar: Por qual motivo você se esforça na vida? Qual é o "Coelho" que você está esquecendo largado?



Extras:

Enquanto eu revia o anime, e tentava buscar o tema para o artigo de hoje, muitos outros temas surgiram antes de eu decidir por falar das "preocupações da vida moderna". Os temas foram bem variados, alguns exemplos para vocês conhecerem como funciona o cérebro do Sakakibara:

-Adaptações Curtas
Eu falaria como é chato quando o mangá tem apenas uma mínima parte adaptado, e nós temos que
nos contentar com um "Trailler" do mangá em anime.

-Descobertas
Eu pensei em focar nas novas descobertas feitas por Daikichi e Rin.

-Crianças Cruéis
A ideia era falar um pouco de como crianças são cruéis, usando alguns fragmentos de Usagi Drop onde Rin meio que sofre com um "Bullying" não intencional. (Desisti desse por conta do artigo passado)


Essas foram as principais ideias que surgiram na minha mente enquanto idealizava esse artigo... Esse foi o pequeno "Extra" que trouxe para vocês na intenção de estender um pouco o artigo que essa semana foi menor que o costume...

Até a próxima pessoal!
Podem sugerir temas para tratarmos nesse artigo, vai ser legal cumprir os desafios que vocês quiserem me fazer...

Meditando no Enredo - #3 Usagi Drop: O Coelho Largado Revisado por Jhonatan A. Gonçalves em sexta-feira, abril 29, 2016 Nota: 5
Todos os direitos reservados Animes Tebane © 2014 - 2017
Hospedado no Blogger, tema desenvolvido por Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.