Top Ad unit 728 × 90

Análise de Animes #4 - Watamote


Esse artigo será uma análise mais profunda que todos os demais artigos que nós estamos acostumados a postar, e vocês leitores amados e fieis a ler. Analisaremos animes que já tem outros artigos aqui, ou que não tem, realmente não vou seguir o critério de tentar manter sempre inédito, pois isso dá realmente um grande trabalho após tantos artigos postados... Além do que, alguns animes merecem ser falados varias vezes...
                                                                        ***

Análise de anime que era para ser hoje e... Opa consegui! Fiz a análise no dia certo! Consegui! Me desejem boa sorte para a próxima e aproveitem o esforço gigantesco abaixo:



"Essa é uma história trivial... De uma certa garota... Impopular"


Anime escolhido: Watashi ga Motenai no wa Dou Kangaetemo Omaera ga Warui! (Watamote)
Ano de lançamento:
2013
Gêneros: 
Comédia, Colegial, Cotidiano
Artigos sobre:

Monokami Indica - Watamote
Referências em Animes - Watamote
Ícones de Animes - Watamote
Indicação de Animes
Referencias:

5 Prints de Animes - Cinco momentos ( ͡° ͜ʖ ͡°)
5 Prints de Animes - Referências
Top 10 - Animes Mais engraçados
Top 10 - Personagens mais azarados
Top 10 - Tarados dos Animes
Top 10 - Personagens Mais Únicos
Top 10 - Personagens mais engraçados

Já viu esse anime? Acho que se não viu, talvez seja uma boa ideia ir com calma nesse artigo,pois vou falar de tudo, uma verdadeira análise completa!


Enredo:
Essa é a história de vida de uma Mojyo.
Definição de Mojyo:

1- Garotas as quais faltam experiências sociais com garotos.
2- Garotas que nunca receberam uma confissão.
3- Garotas que nunca fizeram sexo.


Aposto que já assistiu a inúmeros enredos onde a protagonista faz de tudo, tenta o possível e o impossível, para não ficar isolada na classe colegial, posso citar até exemplos como Ao Haru Ride e Ookami Shoujo to Kuro Ouji, onde as protagonistas passam por esse desafio, porém tudo sempre acaba dando certo quando alguma alma caridosa resolve ajudar, ou quando as ações delas dão resultados, e aos poucos tudo se acerta se tornando uma coisa do passado. Porém e quando isso não acontece? E quando nenhum príncipe montado em um marsupial branco aparece para salva-las? E quando elas não são competentes o suficiente para tirarem a si mesmas do buraco lamacento da impopularidade colegial? Bom, ai elas se tornam a Tomoko, nossa protagonista de Watamote.Certamente você leitor já passou por essa fase na vida, ou quem sabe está passando, talvez ainda venha a passar, mas todos sabemos o quanto a fase colegial pode ser difícil, e Tomoko descreve essa fase da vida com primor em uma frase: "É como se minha vida tivesse mudado para o nível difícil", nossa protagonista luta contra toda a dificuldade social de ser um colegial, e ela consegue perder cada combate com uma incrível facilidade.
Essa é a história de vida de uma garota desajustada, sem amigos e sem sorte, muitos chegam a dizer que esse anime de comédia é triste e depressivo, afinal de contas jamais espere sucesso na vida de Tomoko. Dizem que existe dois tipos de professores, aqueles que nos honram com suas ações, demonstrando o caminho certo a se seguir, e o tipo que nos assusta com suas ações nos fazendo querer manter distancia de seu caminho tortuoso, e certamente Tomoko é do segundo tipo, afinal ela nos enche de motivos para não ser como ela.

Esse é um enredo que nos mostra o ponto de vista de alguém que não tem amigos, não tem popularidade, não tem jeito. Mesmo assim tem esperança e um orgulho descomunal. Se segure, pois estamos começando a análise de uma garota em ascensão, a garota que logo se tornará popular: Tomoko e sua história de vida!

Personagens:



O enredo foca na vida de Tomoko, então é um enredo bem vazio de personagens, apenas 3 aparecem tempo o suficiente para serem analisados, e é óbvio que quem mais se destaca é a protagonista sempre em destaque na tela:

Kuroki Tomoko:
Já vi muita gente falando que tem pena da Tomoko e sua vida cheia de fracassos e vergonha. Eu pessoalmente não tenho a mínima piedade dela.
Tomoko não é nenhum anjo sofrendo com a injustiça humana, ela é hipócrita, invejosa, e maldosa. A todo momento ela inveja o que não tem, e por não ter começa a criticar. A pessoa mais próxima de Tomoko fora sua família é Naruse Yuu, ela é o mais próximo de amiga que Tomoko tem, e mesmo assim Tomoko a descreve como "Uma Puta peituda". Inclusive ela também descreve cada garota de sua classe como sendo "Putas" também, essa é a definição que ela dá a todas as garotas a sua volta. Tomoko Critica desde o modo de se vestir, até o excesso de maquiagem, e depois tenta imitar em segredo. Já deu para perceber que de boa alma ela não tem nada não é mesmo?
Outro fato sobre Tomoko, ela deseja a morte dos outros. Logo no primeiro episódio ela deseja que os extraterrestres do anime Gantz invadam a escola e matem a todos, ou que o Shimada do Kiseijuu entre na escola e assassine a todos. Maldade não falta no coração da nossa protagonista, mas tem coisas a mais em seu coração.
Tomoko é muito tarada. Ela é praticamente um velho tarado em corpo de garotinha. Durante o anime por inúmeras vezes ela pratica atos imorais, deseja o corpo da amiga, joga hentais, tenta se forçar a ter sonhos eróticos, tenta seduzir o próprio irmão, deseja ser molestada, e até mesmo tenta se tornar uma prostituta. O objetivo dela é superar os outros, nem que para isso ela tenha que se tornar uma coisa que ela chama de "Puta Rank SS" para superar as "Putas de baixo Rank" de seu colégio.
Tomoko é preguiçosa. Ela não se esforça no colégio nem em casa. Durante as aulas ela dorme, e viaja em seus mundos mentais, e em casa faz de tudo para não trabalhar e nem ir para o colégio.
Eu poderia continuar descrevendo a Tomoko durante muito tempo, e na maior parte do tempo teríamos apenas pontos negativos para citar, inveja, orgulho, soberba, e muitos outros defeitos são recorrentes na vida da nossa protagonista.
Poxa Sakakibara, se odeia ela tanto assim, porque ela é o símbolo do blog? Ai que tá, eu não odeio, eu adoro ela. Quer dizer, em um mundo de animes, onde as garotinhas são inocentes, certinhas, onde tudo sempre é fantástico e alegre, surge a Tomoko, sendo hostil e tarada ao extremo.
Entretanto, ainda poderíamos fazer uma lista de prós da Tomoko, afinal não existe escuridão tão profunda que uma luz não possa ser acessa, não é mesmo? Nossa protagonista é muito otimista, mesmo sendo tão azarada e descuidada, ela sempre espera o melhor de todas as situações. E ela também tem um "bom coração", apesar de mentalmente desdenhar de todos os defeitos das pessoas, e se sentir superior a todos, ela também está pronta a aceitar qualquer um como amigo, basta que a pessoa tente ser amigo dela. Ela também tenta sempre mostrar aos outros seu melhor lado, mesmo quando nada vai bem.A inveja dela é quase que infantil e sem malícia, afinal de contas ela fica invejando os passeios, as amizades, a beleza alheia, assim como inveja ás garotas que são molestadas nos trens, no fim tudo que ela tem é necessidade de atenção, se o tivesse, certamente seria alguém melhor, porém ainda seria tarada, isso não tem solução.

Fragmentos de verdades:Abaixo algumas imagens que demonstram na pratica tudo que eu citei acima: (Clique para ler)

Kuroki Tomoki:
Irmão mais novo de Tomoko, que também pode ser descrito como confessionário vivo da protagonista. Ele é a pessoa que melhor conhece a Tomoko, ele assiste de perto as loucuras da irmã, e mesmo que chegue a doer, Tomoki tenta não a criticar, mesmo quando claramente ela merece.
Tomoki também não ajuda a irmã em nada, ele apenas assiste tudo falando o menos possível.
Tomoki é quem melhor consegue descrever Tomoko, durante um dos episódios ele percebe e mentalmente comenta sobre como ela é "Suja". No episódio em questão ela estava praticando o costume de jogar a noite toda eroges e ir para o colégio sem tomar banho, e seu irmão ao perceber a encara com seriedade e certo interesse curioso, coisa que Tomoko interpreta como outro tipo de interesse.

Kuroki é ginasial, popular e titular do clube de futebol de sua escola, tem amigos e é popular com as garotas, recebendo por tais caracteristicas a irá de Tomoko na pratica.

Kuroki como irmão mais novo, ele tenta ter certa distancia de Tomoko, sentimento comum entre irmãos, porém ele também sente pena, e por isso não aumenta a distancia entre eles, apesar de nunca demonstrar interesse, ele também não se esforça para criar distancia da irmã, até mesmo temendo que ela acabe se matando.



Naruse Yuu:
Tomoko descreve inicialmente Yuu como uma Otaku, não muito inteligente, que não é bonita nem chama atenção, e é ainda pior que ela em termos de contato social. Porém essa descrição era de como ela era no fundamental, quando estudou junto com Tomoko e foi sua melhor amiga durante todos os anos.
Agora no colegial, ela pede para se encontrar com Tomoko, e nossa protagonista logo se assusta mortalmente com a mudança da amiga, que agora ela descreve como uma "Puta Peituda".

Yuu é basicamente uma colegial comum de anime. Ela é bonita, com muitos amigos, tem um namorado, é popular e inteligente, certamente não lembra em nada nossa protagonista.

Logo no segundo episódio Yuu chama Tomoko para se encontrar com ela, e relata tristeza no colégio. Tomoko se esforça em animar a amiga, mesmo que agora ela seja praticamente uma nova pessoa. Yuu no fim do encontro revela que estava deprimida por ter brigado como namorado, fato que joga nossa protagonista em depressão.

Yuu é tudo que a Tomoko sonha em ser, e por mais que se esforce nunca consegue. Por diversas vezes em episódios aleatórios, ela e nossa protagonista conversam por celular, e algumas vezes até mesmo saem juntas, ela sendo a única amizade de Tomoko. Ela sempre é amigável e útil para Tomoko, sem nunca demonstrar qualquer lado negativo.

Porém, ela não é 100% boazinha. Certamente você que viu o anime deve estar duvidando, que eu ache algum defeito nela não é? Ela sempre ajudou Tomoko, e nunca fez nem um mal a ninguém, é alegre e prestativa, e se importa com nossa protagonista a ponto de até a chamar para conhecer seu novo emprego.
Será que tudo isso é bondade? Vamos repensar tudo: Inicialmente, ela demonstra querer a amizade de Tomoko como um refugio para as adversidades que enfrenta em seu colegial, e a amizade parece ser incrível. Porém no episódio 8, quando Tomoko está isolada, e desejando fazer algo divertido nas férias de verão, ela liga para a grande amiga Yuu. Yuu entretanto diz que não pode sair com ela, pois está no trem, indo para a praia com as amigas. Interessante é notar que ela aparentemente nem cogitou em convidar Tomoko para ir junto, e isso sem motivo algum. Anteriormente ela também não pode estar com a Tomoko durante a queima de fogos, e mesmo que em diversos momentos ela seja presente, por diversos momentos ela também está "ocupada" demais para ajudar.
O anime nos demonstra que Tomoko era quase que um exemplo para Yuu na época colegial, é notável o quanto Yuu desejava ser como ela, mesmo que tudo não passasse do orgulho da nossa protagonista falando mais alto, porém agora no colegial dá a entender que ela quer demonstrar todo sucesso que alcança para a amiga, como forma de demonstrar superioridade, e a pobre Tomoko acaba sempre tendo a reação desejada: Borbulha de inveja enquanto tenta copiar.


Cenários:

Cenários não são lá o grande ponto alto do anime, eu diria que são bem medianos, sem nenhum grande destaque, mas como de costume vou demonstrar alguns abaixo:





Expressões Faciais da Tomoko:
Enquanto cenários não são destaque, o design de personagens é um show a parte, principalmente de nossa protagonista que dá um show em questão de expressões faciais:







Resumo episódios:

Lamento 1 - Como não sou Popular, tentarei mudar minha imagem um pouco: Aqui temos a introdução inicial do anime, uma rápida explicação do termo Mojyo (veja inicio do artigo), e a apresentação da vida de Tomoko, que começa a ser mostrada 3 meses após o inicio do colegial, e Tomoko ainda não conseguiu nem ao menos interagir com ninguém. Em ato de desespero ela tenta mudar sua aparência para se tornar popular.
Lamento 2 - Como não sou popular, verei minha velha amiga: É um episódio de desespero. Tomoko que sempre se sentiu superior a sua amiga Yuu, quer demonstrar para ela o quanto cresceu desde o fundamental, mostrar tudo que já aconteceu em seu colegial, e por conta disso Tomoko passa todo o episódio se esforçando para reunir o que mostrar, já que até então não tem nada. Ao se encontrar com Yuu e perceber a impactante mudança que ela sofreu, Tomoko desiste de mostrar sua evolução e tenta entender sua amiga.
Lamento 3 - Como não sou popular, o tempo está ruim: É um episódio focado em chuva. Inicialmente temos Tomoko em desespero por conta do esquecimento de um livro, e acaba tendo que dividir livro com um garoto após o professor mal humorado brigar com ela. Após sair do colégio  e se assustar achando que roubaram seu guarda-chuva, Tomoko se coloca em perigo e é novamente constrangida por um velho. Após isso acaba tendo seu guarda chuva quebrado e se abriga da chuva, e acaba dividindo o abrigo com dois garotos. Após uma piada ruim, e muito desespero Tomoko vai para casa em desespero. O resto do episódio é Tomoko desejando uma gripe para evitar o colégio.


Lamento 4 - Como não sou popular, terei um sonho bom: Inicialmente Tomoko lê um site na internet no mínimo duvidável, e começa a tentar ter sonhos eróticos, e por conta das tentativas acaba tendo vários pesadelos. A outra metade do episódio é Tomoko querendo comprar uma calcinha a qual ela jura que irá lhe tornar popular.

Lamento 5 - Como não sou popular, melhorarei minhas habilidades:
Tomoko decide nesse episódio que o falta para ela ser popular, é um estilo clichê de personagem, e decide ser a garota silenciosa e sem expressão, após grandes desafios percebe que para tal personagem dar certo, alguém precisa tentar falar com ela. A outra metade do episódio foca na tentativa de se tornar uma prostituta rank SS.
Lamento 6 - Como não sou popular, vou ver os fogos de artifício: Com o fim do semestre, e nenhum avanço Tomoko começa a lamentar ter que ficar sozinha e não ver os fogos de artifício durante o verão, e durante o episódio ela tenta fisgar alguém que possa ir com ela, e para isso baixa o nível ao máximo que consegue, e mesmo assim nada dá certo.
Lamento 7 - Como não sou popular, aproveitarei minhas férias de verão: O desespero de Tomoko é que as férias de verão se acabem sem que ela faça nada, dessa forma ela começa a buscar uma diversão que possa a fazer sentir melhor, e após tentar fazer uma live, sair com sua melhor amiga, ela acaba se contentando em ir em uma sessão de gravação de voz de um Seiyuu de Visual novel.
Lamento 8 - Como não sou popular, eu me mostrarei: Ainda nas férias de verão Tomoko vai receber a visita de sua prima mais nova, que toda a vida foi muito apegada a ela, e sempre a admirou, tentando dar boa impressão Tomoko começa a elaborar suas mentiras óbvias, tentar forjar marcas de beijo, além de criar confusão. Após o desenvolvimento Tomoko até mesmo mente sobre um possível namorado, e tudo acaba dando muito errado.
Lamento 9 - Como não sou popular, o verão está acabando: Como o verão está acabando, ao contrario do desespero, que só faz aumentar, Tomoko está decidida que precisa fazer qualquer coisa que seja para passar as férias de verão, porém sua amiga Yuu está ocupada em seu novo trabalho, e como forma de recompensa Yuu convida Tomoko a conhecer o lugar que está trabalhando. Após muita inveja e viagem mental Tomoko decide trabalhar em um lugar igual, e o resultado não é nada bom.
Lamento 10 - Como não sou popular, o segundo semestre vai começar: Enfim as férias de verão acabam, e agora voltando ao colégio Tomoko recebe a triste noticia que não se sentará no fundo da sala como já estava acostumada, e sim bem no meio, fato que a deixa desesperada, mas apesar do desespero ela tenta ver o lado bom. Após algum drama, Tomoko acaba sem lugar para almoçar na sala de aula, e acaba descobrindo um lugar próprio na escola, onde pode comer longe de todos.
Nesse episódio Tomoko tenta criar seu próprio clube escolar também, e após muita alucinação tem uma surpresa.
Lamento 11 - Como não sou popular, participarei do festival cultural: Nesse episódio o festival escolar está começando, e com muito desespero Tomoko tenta ajudar sua classe para poder fazer parte, após algumas recusas, ela consegue e o resultado não é nada bom.
Após ser praticamente excluída dos planos da classe, Tomoko convida Yuu para visitar o festival e tenta fingir que tudo está bem, enquanto passeia pelo colégio tentando se aproveitar do corpo de sua melhor amiga.
Lamento 12 - Como não sou popular, pensarei no futuro: Enfim a conclusão do anime. Após uma rápida conclusão do festival escolar, e a introdução de uma possível nova amiga para Tomoko, e quem sabe sua escapatória, o enredo retorna ao ritmo comum. Tomoko se sente sendo a estudante inexistente de Another, e para se amostrar tenta matar uma barata no estilo Terra Formars, e após apenas conseguir chamar atenção dos outros por sua bizarrice, fica novamente em depressão. Porém a esperança de uma nova amizade ainda existe, e ela segue lutando para se tornar popular!

Ova-
Lamento 13 - Como não sou popular, me tornarei um mistério : Apesar de ser um "OVA" esse episódio segue o mangá do qual o anime foi adaptado, dando continuidade ao enredo, então se você não o assistiu corra para assistir, eu diria que ele carrega um desenvolvimento interessante para o anime, demonstrando uma oportunidade de mudança de rumo na vida de azar da Tomoko! Eu diria que é quando um par romântico finalmente surge para nossa protagonista.


Aberturas e Encerramentos:A abertura desse anime é simplesmente incrível. Ela é animada a um ponto inesperado, e combina de forma formidável com o enredo, chega a ser memorável. Apesar da abertura ser boa, o encerramento é milhares de vezes melhor! O encerramento é sobre a vida cotidiano de Tomoko, e é cantada pela Seiyuu da personagem, que inclusive tem uma voz arranhada que deu um toque especial no encerramento.

(Abertura)



(Encerramento)



Conclusão:
Vamos a uma breve opinião minha sobre o anime:
É um incrível anime de humor, onde o design de personagens chama atenção de longe.
Tomoko é um personagem que se destaca, e é um personagem entre milhares nos animes, então posso dizer que é um personagem realmente único.
É um anime de muito humor negro e humor sexual, que apesar disso também abusa em muito do humor por referência a outros animes, e de humor simples, no geral é um misto de humor.
O cotidiano do anime é quase que exemplar, não fosse o excesso de azar de Tomoko, mas a imperfeição do personagem é de cara um motivo para atenção no anime, afinal de contas ninguém do verdadeiro cotidiano é tão perfeito como os animes cotidianos comuns gostam de demonstrar.
Watamote é um anime que certamente eu ficaria muito feliz em ver uma segunda temporada, afinal de contas é um enredo único.
Não tenho a capacidade de estender mais minha opinião, quer dizer após todo esse texto estou realmente cansado, e não consigo continuar, então isso é tudo pessoal...

Deem suas opiniões, expressem suas duvidas, adicionem suas criticas, podem comentar a vontade! E deem aquela força para o artigo continuar, pois é notável que ele dá muito trabalho para ser feito...

Análise de Animes #4 - Watamote Revisado por Jhonatan A. Gonçalves em sexta-feira, janeiro 29, 2016 Nota: 5
Todos os direitos reservados Animes Tebane © 2014 - 2017
Hospedado no Blogger, tema desenvolvido por Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.