Top Ad unit 728 × 90

Critica de animes #40 - Haikyuu

Este quadro, como o nome já diz, é onde eu trarei a Review de um anime diferente por semana. Como quem já acompanha o Animes Tebane há algum tempo sabe, eu já vi uma quantidade imensa de obras tanto famosas quanto mais "feitas no fundo do quintal" e sabe também que eu observo sempre os pontos mais detalhados de cada anime, seja de cenário, enredo, trilha sonora e ambientação em si... Ou seja, mesmo antes deste quadro nascer, em minha mente eu já fazia Reviews dos animes que assistia; Mas que agora serão todas colocadas "no papel" para que vocês possam ler e comentar.

Segue abaixo a Review desta semana!


***
Hoje falaremos de um Anime focado em Vôlei, curte o esporte? Nem? Ah, vamos falar do anime abaixo então:

Inclusive ai tá a dica, já abre o dicionário Otaku
Clique aqui se não tem experiência nesse mundo de animes...



Nome: Haikyuu!!
Ano de lançamento: 2014
Gêneros:  Comédia, Drama, Colegial, Shounen, Esportes
Numero de episódios:25


Hinata Shouyou, ao ver uma partida de voleibol, fica fascinado com “o Pequeno Gigante”, um habilidoso jogador de vôlei, então decide juntar-se ao clube de vôlei de sua escola, no entanto ele é o único membro do clube. Após 3 anos ele finalmente completa o time e ruma para a disputa do Torneio de Primavera. No entanto seu primeiro oponente de cara é o preferido das finais. É neste momento que ocorre o encontro de Hinata com Kageyama Tobio, o “Rei das quadras”. Embora tenham perdido a partida, Shouyou ainda está determinado a tomar o título de Kageyama, e ser aquele que permanece na quadra. Ao entrar na escola secundária, ele surpreende-se ao ver que ele e Kageyama, antes adversários, estão agora na mesma escola e clube!











Certamente mais um mangá de esportes ao estilo Jump, que merece um incrível destaque por conta do belo desenvolvimento, que é realizado de forma organizada e em boa velocidade. O enredo até então demonstrado pelo anime não exagera no protagonismo, tendo ele apenas como um fator de destaque para o protagonista, que apesar de não ser o melhor de seu time, tem seus momentos de brilho, que normalmente são antecedidos de fúria e insatisfação, por conta de uma derrota que vai surgindo, após essa rápida descrição podemos perceber que o enredo segue a risca o estilo Jump, tendo o protagonista sempre a arma secreta da fúria, que convenientemente surge em momento de desespero, e que nesse anime foi bem aplicado, criando bons momentos ao decorrer da obra, onde o foco no protagonista não é exagerado.
A forma com que os jogos são demonstrados também são um ponto especial desse anime, que consegue mostrar o jogo todo, com foco em cada personagem, e de forma sorrateira ir mudando o placar rapidamente, para não ficar naquela coisa lenta e entediante que seria caso essas passagens de tempo não fossem bem executadas.
O enredo apesar de ter foco em Vôlei não esquece dos demais detalhes que uma obra colegial necessita, mostrando de segundo plano a rotina de estudante dos integrantes do clube de Vôlei.
O anime que é focado em Vôlei tem explicações bem simples sobre o esporte no decorrer dos episódios, logo mesmo que você não conheça nadinha do esporte, vai acabar aprendendo tudo, até mesmo jogadas mais complexas do esporte. Inclusive vale dizer que as explicações de regras e jogadas, não é feita de qualquer forma, ou de forma pouco espontânea, muito pelo contrario, as explicações são feitas de forma tão leve, que ao decorrer do anime elas ocorrem, e você nem as percebe, e esse é um grande ponto alto de um anime esportivo, que tem suas bases em regras que precisam ser respeitadas, e que vão excluir muito publico caso não sejam devidamente explicadas logo em seus episódios iniciais.

Os personagens que aparecem ao decorrer do anime são muito bons, claramente exclusivos da obra, ao contrario de muitos animes que infelizmente vagam por ai ultimamente, o anime evita clichês de personalidades ou aparências, criando uma boa quantidade de personagens carismáticos e memoráveis, sempre dando destaque em todos em alguma parte do enredo, apesar disso certamente temos as exceções, inclusive temos "semi-figurantes" no clube protagonista do anime...

Em relação a cenários não temos do que reclamar, apesar da pouca variedade devido ao tema que exige sempre uma quadra para o esporte, temos uma boa qualidade na apresentação dos cenários, todos sempre bem detalhados e iluminados.

Abertura e encerramento memoráveis, inclusive um dos poucos animes que o encerramento me chamou mais atenção que a abertura, realmente a equipe sonora está de parabéns.





Em se tratando de um shounen o fator fantasia sempre tende a existir, alguns em larga escala, outros em pequena escala, a verdade é que em um anime sobre Vôlei, os movimentos não são muito variados, e após uma certa quantidade de episódios a evolução deixa de ser notável, afinal de contas só podem ficar mais rápidos, fortes ou experientes. Em alguns momentos uma jogada é repetida centenas de vezes, e quando feita com uma curvinha a mais, causa impacto em todos que estão assistindo, quando na realidade ninguém perceberia o leve declínio. Ao meu ver faltou uma abordagem mais fantasiosa como em Kuroko no Basket onde apesar do Show visual apresentado, o anime nunca inseriu o fator "poderes especiais" seria uma boa para essa obra fazer algo parecido, para criar algum tipo de variação...
Outro ponto que acho negativo, é o excesso de tempo que a bola fica no ar. Como assim? Vou explicar...
A bola bate no bloqueio adversário, até ela chegar no chão temos uns 5 diálogos e 10 lembranças, e isso ocorre em grande quantidade. Vale dizer que além disso as vezes o jogo é parado para o pessoal ficar discutindo na rede por cerca de meia hora antes do jogo voltar a rolar, esses fatores são certamente um artifício para dar continuidade no enredo, porém ficou demasiado no anime.


Tanto o enredo quanto a arte são obra original de Haruichi Furudate , Mangaká um tanto quanto experiente, tendo outra obra publicada na shounen Jump anterior ao seu sucesso Haikyuu, a obra tem nome de "Kiben Gakuha, Yotsuya-senpai no Kaidan" E era surpreendentemente focada em horror, e talvez por esse motivo não teve boa recepção sendo cancelada em 22 semanas de publicação. O atual sucesso do Mangaká, Haikyuu, teve sua estreia na Shounen Jump em 2012, e estreou como anime em 2014 e vale avisar que a segunda temporada já está prevista, e é para esse ano ainda!



Indico esse anime para todos os fãs de animes de esporte, esse é sem duvida indispensável, além disso quem gosta de Battle Shounen também deve tentar assistir esse anime, que apesar de não chegar a ter combate físico, consegue criar situações de um quase combate usando apenas o esporte!

 
Nota final: 7.5

Abaixo de nota 5 seria o que eu aconselho não ser assistido.*

Índice com outras Reviews: Aqui

Até a próxima semana pessoal!
se alguém tiver alguma sugestão para próxima critica ou tiver um comentário, post abaixo!



Critica de animes #40 - Haikyuu Revisado por Jhonatan A. Gonçalves em sexta-feira, julho 24, 2015 Nota: 5
Todos os direitos reservados Animes Tebane © 2014 - 2017
Hospedado no Blogger, tema desenvolvido por Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.