Top Ad unit 728 × 90

Artigo Aleatório 03: A Vida de um Mangaká


 http://pipocaenanquim.com.br/wp-content/uploads/2012/10/mangas.jpg

No quadro aleatório desta semana o que vou apresentar é sobre Mangakás profissionais, suas rotinas e dificuldades! Muitos Mangakás dizem que não fazem nada além de desenhar e desenhar na vida, o que muitas pessoas leigas duvidam e acham que é apenas por quererem acumular mais material do que o necessário para já estarem prontos para a semana seguinte, mas não é nada assim. 

Acumular Conteúdo?

Se você já viu Bakuman, provavelmente sabe que acumular páginas para a semana seguinte não é uma ideia muito boa, a não ser que sua obra esteja em um arco com a história já toda definida. Mas porque não é uma boa ideia fazer isso? 

Toda semana há uma votação de popularidade nas revistas, sendo que no caso da Shounen Jump os leitores anotam quais os três melhores capítulos da edição e mandam pelo correio no envelope que já vem com este propósito. A equipe da revista confere tudo e faz a média para saber qual o Rank de popularidade dos mangás, sendo que se seu mangá ficar pelo menos por três semanas seguidas abaixo do 12°, ele é cancelado da revista, ou seja, é melhor ver semana a semana qual é a reação do público para o método que você apresentou a história daquela vez e modificar ou não o da semana seguinte para melhorar seu Rank.

http://1.bp.blogspot.com/-zhI9b3sQaxk/UOhBzf1PVdI/AAAAAAAAADo/uAp_tmJtvLM/s1600/manga+post1.jpg

Aí você me diz "Quem gosta de One Piece acha os outros tudo ruins huehuehuehue" e eu lhe digo que não é bem assim, pois os japoneses que participam das votações são aqueles que realmente leem a revista inteira e não têm dó de mudar de opinião se o capítulo de outro mangá for mais emocionante do que sua série favorita, que naquela semana só enrolou (isso é ser um Otaku de verdade). 


Adeus, Vida!

Há algum tempo a revista Animax divulgou uma tabela que mostrava a rotina de um Mangaká, na verdade especificamente a rotina de Hiroshi Shiibashi, o autor de Nurarihyon no Mago, que não deve ter um dia a dia muito diferente dos outros profissionais do ramo.   

A tabela estava toda em japonês (aqui), mas eu refiz uma tabela toda traduzida para melhor entendimento (ou melhor, para pelo menos uma virgula de entendimento lol).

(Clique para Ampliar)


Abaixo segue uma explicação rápida sobre algumas coisas que quem não viu Bakuman ou simplesmente não conhece pode não entender.

Roteiro e Rascunhos: Antes que comece de fato a desenhar, o autor faz o que é chamado de "Name" (Nemu na pronúncia deles), que é o rascunho contendo as falas e desenhos bem primitivos, com direito a personagens desenhados como pauzinhos, só para ter o guia de o que deverá desenhar quando for a sério.

Reunião com o Editor: Todo Mangaká tem um editor, que é a pessoa que recebe as páginas finalizadas toda semana/mês e as leva até o escritório da revista para escanear e etc. Ele tem a responsabilidade de guiar o Mangaká para fazê-lo ter uma obra duradoura e de sucesso, dando-lhe conselhos e se reunindo com o autor várias vezes por semana para ler o Name e aprovar ou não.

Assistentes Ajudando: Os Mangakás mais famosos possuem prazos extremamente apertados para entregar o trabalho, além também de não terem que ser especialistas em tudo e por isso muitos deles têm de um a quatro assistentes ajudando-os, seu trabalho podendo ser os de fazer os cenários (talvez aquele cenário humilhantemente lindo do seu mangá favorito tenha sido feito por um assistente e não o autor) pintar, ajustas os tons, desenhar coisas específicas, como os veículos de guerra presentes em um anime ou até fazer os figurantes do cenário... Mas claro, eles nunca interferem na história e só servem para os detalhes, infelizmente não sendo muito reconhecidos por seus trabalhos.

Afinal, não pode ser tão demorado....

Ou talvez seja sim! Eu andei pesquisando por estes dias sobre quando tempo um Mangaká demora para finalizar totalmente uma página e vi em um fórum (em inglês) onde várias pessoas de nível intermediário e profissional na arte de desenhar Mangá falaram suas médias e suas opiniões sobre profissionais, e o resumo do que encontrei foi o seguinte:

O tempo varia dependendo do quão completo é o cenário e as cenas que o Mangaká desenha, pois um anime cotidiano com poucos toques de sombreado sem nem mesmo cenário de fundo é algo obviamente muito mais fácil do que um Mangaká de luta tendo cenários e tons* bem feitos.  
Tons seriam a pintura que irá proporcionar a sensação de profundidade e preenchimento da cena, mesmo sendo em preto e branco, se você não pintar nada vai parecer linhas grudadas no papel e não um ambiente certinho.

Mangakás profissionais que fazem um bom trabalho e não têm ajudante algum conseguem fazer em média duas páginas por dia, claro, o que inclui a decisão da história e cenas antes de propriamente desenhar e pintar. 

http://media.tumblr.com/147decc365b0267c56419d991ebc893e/tumblr_inline_mi3a3m3F521qz4rgp.png

Mangás lançados semanalmente têm de 18 a 20 páginas por capítulo, e pelo que me lembro (não tenho certeza), é necessário entregar tudo pronto dois dias antes do dia de lançamento da revista. Ou seja, se você começar na quarta-feira e tiver que entregar tudo finalizado na segunda, gastará em calculo básico de que consegue fazer duas páginas por dia, exatamente dez dias. Mas calma! Você tem seis dias para finalizar! Então é melhor correr para não se atrasar e arrumar pelo menos um assistente.

Se seu mangá for mensal, seu prazo será bem mais tranquilo, pois geralmente são lançadas de 30 a 60 páginas. Sendo que para 30 você pode finalizar em quinze dias se pegar firme, e os 60 você consegue acabar em cima do prazo se não lerdar... Mas felizmente 60 páginas mensais é algo muito raro e o normal são 40. 

Dinheiro Ganho

Para você que pensa que conseguir que seu mangá seja publicado já é sinal automático de ficar rico, está muito enganado, pois além de toda semana correr o risco de levar um pé na bunda, também precisa ralar muito para chegar ao nível de dinheiro de Eiichiro Oda, por exemplo, que recebe cerca de 14 milhões anualmente.

Se você pesquisar sobre quanto ganha um Mangaká, irá achar apenas informações sobre os mais aclamados e ricos, mas através de muita pesquisa eu consegui descobrir quanto ganha um Mangaká ainda desconhecido e até mediano a termos de Shounen Jump, ou seja, a revista que mais paga bem.

Novatos

Se você for um novato, vai conseguir 9.000 Ienes a cada página de sua obra que for impressa na revista (acho que não conta frente e verso), o que equivale a R$ 199,17 e quando convertido para um mangá de 20 páginas, que na verdade são 10, pois frente e verso não conta, significa R$ 1199,7.

Okay, mil e cem reais é muita coisa, mas já olhou qual seria o custo de vida no Japão? Segundo os dados que coletei, o custo de vida mensal (só com gastos básicos, o que exclui totalmente carne do cardápio, que lá custa R$ 300 o quilo) no Japão é de R$ 1.108,5.

Ao publicar a mesma quantidade de páginas na revista durante um mês, você receberá R$ 4.796. Mas aí que entram seus assistentes, que são pagos do dinheiro do Mangaká e que recebem cada um R$ 200 por dia, ou seja, seguindo a tabela que traduzido mais acima, os quatro dias que os assistentes aparecem para trabalhar fazem o Mangaká ter que gastar R$ 3.200 por mês com cada um.

Veteranos

Os Mangakás sendo serializados a mais tempo, porém ainda não a nível de Oda e Kishimoto recebem R$ 266,04 por página, o que seriam R$ 10.664 por mês, dando mais espaço para contratar assistentes e pagar o aluguel do estúdio de desenho (se não tiver espaço para fazer em casa), cujo custa R$ 2.217,00 por mês.

Lembre-se também que litros e litros de tinta são gastos, assim como montes de papel e que tudo isso custa dinheiro, fazendo o Mangaká no fim das contas ficar com uns poucos 200 reais de sobra.

Porque Oda ganha tanto?

http://www.dicasdepresentes.com/wp-content/uploads/2013/05/608x318xaction-figure-one-piece.jpg.pagespeed.ic.j1G64q5Klf.jpg

Se você está atento o bastante provavelmente se perguntou por que cada página publicada pelo Oda vale tanto, mas o motivo real é que o dinheiro dele vem dos produtos do One Piece que são vendidos (bonecos, roupas, cadernos e etc). Embora 14 milhões ainda seja muita coisa, saiba que o que um Mangaká recebe pelo lucro destes produtos e da venda de DVDs é apenas de 4% a 10% do dinheiro que na verdade é gerado... Ou seja, se os produtos gerarem 1 milhão por ano, você vai receber apenas R$ 40.000.

Puff! E o dinheiro sumiu!

E assim seus R$ 4798,8 mensais do começo da carreira têm uma redução de R$ 1199,7 pelo custo de vida e ainda menos R$ 3.200 a cada assistente que tiver, lhe restando apenas R$ 399,8 para se divertir... Mas, ah é... Você não tem tempo para se divertir, então vá desenhar! 

Risco de Cancelamento

Como eu já falei antes, se seu mangá ficar em posições muito baixas por mais que duas semanas, ele pode simplesmente ser cancelado sem dó, não importando se você já até ganhou um anime. Por isso conseguir que seu trabalho seja aceito para ser serializado não é sinal de vitória, pois toda semana você entra na linha de tiro de novo e de novo.

Um exemplo de um mangá bem famoso que já tinha até anime e que ambos foram cancelados foi Katekyo Hitman Reborn, da revista Shounen Jump, a mais rígida neste quesito.

http://2.bp.blogspot.com/-mXb73_D3HJ4/UcnmgzlRMiI/AAAAAAAAAws/_o6mokTj0XU/s1600/03.jpg

***

Este foi o artigo aleatório semanal! Não deixe de dar aquela comentada para que eu veja que toda minha pesquisa e escrita não foi em vão e até a próxima!





Artigo Aleatório 03: A Vida de um Mangaká Revisado por Natalia Gomes em quinta-feira, novembro 13, 2014 Nota: 5
Todos os direitos reservados Animes Tebane © 2014 - 2017
Hospedado no Blogger, tema desenvolvido por Sweetheme

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.