Dica Tebane #14 - Animes para ver durante o Carnaval!


O carnaval chegando e os animes estão ai para serem vistos! Já pensou quais animes vai assistir nesse carnaval? Ainda não!? Não perca tempo, vamos dar dicas de animes para você assistir no carnaval e aproveitar que durante essa semana não vai faltar tempo para isso! Ao invés de sair de casa, suar, se aborrecer, fique em casa e coloque os animes em dia! Vamos te ajudar, então vamos lá...


1° D.Gray-Man

Ano: 2006, 115 Episódios (Em duas temporadas), Estúdio: TMS Entertainment, Ação/Aventura

Vamos começar por ação! Assim como os demais animes dessa lista, D-Gray Man foi escolhido pelos critérios de qualidade, interesse e tamanho! Como é bem grande, é possível que só em uma ocasião especial você vá conseguir assistir o anime, e o carnaval é perfeito para isso! D-Gray Man é uma indicação de anime para você que quer ação Shounen, combates frenéticos e momentos de parar a respiração! D-Gray Man usa bem os seus mais de cem episódios para desenvolver um mundo fantástico muito parecido com o nosso, com a diferença de que nesse mundo a igreja católica de Roma é a grande cede dos poderosos e escolhidos exorcistas, que foram determinados por Deus para proteger a terra dos Akuma! E é nesse ritmo que a obra se desenvolve em ação, mistério e alguma comédia. Com protagonistas carismáticos e um elenco secundário igualmente interessante e atrativo, a obra tem um bom desenvolvimento e ainda está sem conclusão, mas ela está sendo preparada, não se preocupe, a autora demonstra querer terminar o anime, inclusive tivemos um bom sinal disso com a pequena continuação que a obra recebeu agora em 2016.


D-Gray Man conta a história de Allen Walker, um jovem exorcista que acaba de se juntar a ordem negra, um grupo de exorcistas comandado pela igreja de Roma para enfrentar o Conde do milênio e os descendentes de Noé, que usam a fraqueza das almas dos humanos para os transformar em demônios. Nessa luta, os exorcistas receberam de Deus uma arma decisiva para os confrontos, a inocência, peça chave para a disputa que acontece entre o Conde do Milênio que quer destruir esses raros artefatos mas para isso precisará enfrentar os exorcistas que em posse da inocência ganham habilidades poderosas.




2° Hayate No Gotoku

Ano: 2007, 103 episódios (Em 4 temporadas), Estúdio: SynergySP, Comédia/Romance

Mas é claro que ação não é uma unanimidade, e possivelmente você está desejando algo mais divertido. Então a nossa indicação é Hayate No Gotoku, uma obra de comédia romântica, com elementos bem evidentes de Harém e uma pitada de ação as vezes, mas o anime é na maior parte das vezes apenas uma grande comédia. Focado no cotidiano de Sanzenin Nagi e com o protagonista sendo Hayate o novo mordomo da garota mimada, o grande conflito parte da personalidade honesta e as vezes inocente de Hayate que não percebe a paixão que sua patroa tem, e Nagi por sua vez acredita estar em um relacionamento firme com Hayate mesmo quando ele não faz nem ideia disso. Cheio de paródias, o anime é perfeito para dar muita risada nessa semana, e certamente passar a admirar uma das mais populares obras da revista japonesa Shounen Sunday.

Hayate no Gotoku conta a história de Ayasaki Hayate, que tem os piores pais do mundo. Um dia, voltando para casa após trabalhar e estudar, Hayate descobre que seus pais pegaram todo o seu salário e fugiram, mas deixaram também uma dívida de mais de 150 milhões de ienes para Hayate pagar, e para piorar a dívida é com pessoas muito perigosas. Sem escolha, Hayate foge no meio do inverno Japonês, e ali acredita que sua vida está acabada. Com frio, fome e sem ter onde morar, ele se arrasta por uma praça durante a noite e percebe uma pequena garota com aparência de muito rica, sendo assim Hayate desesperado decide sequestra-la para pedir resgate, mas quando tenta fazer se atrapalha nas palavras e Sanzenin Nagi acaba acreditando que ele está se declarando para ela, e assim ela se apaixona por ele. Após a salvar de um verdadeiro sequestro, Nagi paga suas dívidas e Hayate passa a trabalhar como mordomo de Nagi com a promessa de que um dia pagará toda a sua imensa dívida.




3° Natsume Yuuchinjou

Ano: 2008, 63 episódios (Em 5 temporadas), Estúdio: Brain's Base, Drama/Sobrenatural

Mas talvez rir não seja lá seu interesse nesse carnaval, então vou indicar um anime para você se emocionar! Então a indicação é Natsumi Yuuchijou, que com suas cinco temporadas e provavelmente mais algumas vindo por ai, conta uma dramática e calorosa história, Natsumi é o protagonista e sua vida é o grande foco da obra. O drama é a grande pedra central do anime, que aos poucos vai contando para nós o passado do protagonista e a dificuldade que ele tem em se envolver emocionalmente com as pessoas graças a seu passado difícil. O anime também conta com alguns pequenos momentos de ação, apesar de ser na maior parte do tempo um anime extremamente calmo e suave, com muita natureza e paz. Com temática Youkai, o anime vai se desenvolvendo em volta de pequenas histórias episódicas e aos poucos aumentando seu elenco enquanto nos conta histórias de amor, drama e tragédia.

Desde que pode se lembrar, Natsumi tem a habilidade sobrenatural de enxergar Youkais, porém com a morte de seus pais Natsumi ficou sozinho no mundo e seus familiares negligenciaram sua criação, sempre um jogando para o outro para não precisar lidar com Natsumi, que por conta de sua habilidade parece estranho e assustador para todos a seu redor. Para piorar, os Youkais percebem a presença de Natsumi pois ele percebe a presença deles, então, eles sempre causam algum problema para o protagonista e assim se torna insustentável manter alguma máscara por muito tempo, e devido a todos esses fatores, Natsumi nunca morou muito tempo em uma casa. Mas tudo isso estava para mudar, e em seu novo lar, onde é amado por seus pais adotivos, Natsumi encontra Madara, um Youkai que conhecia a sua avó que também podia ver as criaturas, e junto vem o poderoso livro dos amigos, um livro que dá controle de muitos youkais a quem o possuí, e ele é uma herança da avó de Natsumi. Sem ambição, o desejo de Natsumi é devolver os nomes dos Youkais que os prende sobre o domínio do livro, e assim a obra nos conta aos poucos histórias de como o protagonista Natsumi devolve esses nomes a seus donos.




4° Bakuman

Ano: 2010, 75 episódios (Em 3 temporadas), Estúdio:  J.C.Staff, Cotidiano/Drama

Pode ser que eu ainda não tenha te convencido a assistir um anime nesse carnaval não é? Então vou te dar mais uma dica! Bakuman, um anime focado em cotidiano, mais especificamente no cotidiano de uma dupla de jovens com o objetivo de se tornarem os melhores mangakás da famosa revista japonesa Shounen Jump. Com um pouco de comédia, romance e drama, a obra mergulhada em um cotidiano movimentado e cheio de altos e baixo, usa o protagonista como chave para um romance inocente e cheio de belos momentos, e isso ao mesmo tempo em que a ação da obra fica por conta do cansativo trabalho de mangaká cheio de prazos e dificuldades. Já teve vontade de criar um anime? Então aqui está a base de tudo, Mashiru deseja alcançar seu sonho de ter um mangá adaptado para anime, e é nesse sonho que a obra se desenvolve!


Mashiru é um estudante colegial com sonhos comuns, porém com um grande desejo escondido em seu interior. No colegial, ele se apaixona por Miho, mas não tem coragem de se declarar. Um dia, um amigo que estuda na mesma sala chamado Takagi surge para Mashiru com a ideia de juntos se tornarem mangakás, Takagi já havia visto os desenhos que ele fazia de Miho e por conta da habilidade do protagonista, ele decide que precisam fazer uma dupla. Mashiru porém, carrega em seu peito a tristeza de ter visto seu tio também mangaká morrer por conta do esforço da profissão, e dessa forma ele se recusa. Mas em uma reviravolta, Takagi revela para Mashiru que o sonho de Miho é se tornar uma Seiyuu (dubladora) e é dessa forma que ele convence Mashiru a se dedicar nesse sonho, e para deixar tudo mais quente, Miho e Mashiru prometem que vão se casar quando Miho se tornar Seiyuu da personagem protagonista de uma obra que o Mahiru for o mangaká. E é nesse clima que o romance inocente e a jornada árdua começam!




5° Higurashi No Naku Koro Ni

Ano: 2006, 61 episódios (em duas temporadas e mais os Ovas), Studio Deen, Horror/Sobrenatural

E por fim, se ação, drama, romance, cotidiano e comédia não conseguiram te capturar, eu vou usar minha última carta na manga! Higurashi é uma história de terror com elementos realmente assustadores e claramente onde brilha a violência visual. Esteja preparado para uma obra onde há exagero no sangue, e onde nada é certo, nem a morte! Claro que apenas apontar o grande horror que se baseia a obra é importante, mas não podemos nos esquecer de que o anime também carrega um mistério pesado e quase que indecifrável! Certamente um belo anime para se assistir nas noites do carnaval, será um ótimo momento para curtir o anime com bastante tempo e calma, além de claro espaço para conseguir entender tudo que vai acontecendo no desenvolver do anime!

O anime acontece no ano de 1983 em uma pequena cidade rural no interior do Japão chamada Hinamizawa. A pequena cidade de dois mil habitantes é o destino de Maebara Keiichi, protagonista que acaba de se mudar para a cidade por conta do trabalho de seu pai. Lá ele conhece várias garotas que estudam no mesmo colégio, e junto com elas faz parte de um pequeno clube de atividades após o horário das aulas, e juntos eles se divertem com pequenos jogos e brincadeiras. Mas, no fundo de tudo isso há o mistério de Oyashiru-sama, a vila parece amaldiçoada por algo muito maior, e aos poucos Keiichi começa a descobrir que a pequena cidade tem grandes mistérios e as pessoas que confia, na verdade escondem segredos sangrentos.






Agora conte para nós: O que pretende fazer nesse carnaval? Qual anime vai assistir? Conte tudo!

5 Qualquer Coisa - 5 Personagens deficientes e poderosos!


Representatividade é um assunto atual muito comentado, e enquanto todos estão buscando em filmes e outras formas de mídia a representatividade de vários grupos, nós hoje vamos listar cinco personagens deficientes nos animes e falar um pouco sobre eles e seus méritos! Vamos lá...


1° Nicolas - Deficiente Auditivo

Anime: Gangsta || Nicolas sendo Nicolas.

Em um anime cheio de sangue e violência, onde as sequências de ação são o grande ponto chave da obra e inevitavelmente exige um protagonista forte e firme, temos Nicolas, um protagonista que estoura qualquer cota de badass em um anime e o surpreendente - ou não- é que o personagem tem deficiência auditiva! Essa é uma característica que torna a construção do personagem ainda mais rica e singular, mas temos que admitir que isso exige todo um movimento dentro da construção de cenas, onde todos os personagens para falarem com ele precisam estar bem a sua frente para que ele possa ler os lábios. Outro elemento que cria certa dificuldade nas cenas, é que o Nicolas sendo surdo, fala com uma dificuldade notável, e sendo assim é raro ele falar! Mas é nesse momento que um gênio demonstra seu talento, e Kohske como autora da obra foi brilhante! O elemento que poderia dificultar a ação e cenas de diálogo se tornou foi um trunfo do enredo, afinal de contas, quando Nicolas finalmente fala, é o clímax o momento em que o espectador grita "FERROU! ELE FALOU, AGORA JÁ ERA!". Com um carisma que estoura os limites, Nicolas é um personagem inesquecível, não por conta de sua deficiência, mas por conta de sua falta de limites!



2° Kaname Tousen - Deficiente visual

Anime: Bleach || O traidor que todos odeiam, Tousen.

Certeza que Tousen não é o personagem mais querido dos animes, e bom, nunca tentou ser. Com deficiência visual, o personagem no inicio da obra passa uma imagem de tranquilo, responsável e bondoso, talvez justamente por carregar sua deficiência em evidência, ele passava despercebido, porém quando finalmente se revela como traidor ele também vem mostrar que é poderoso e sem limites, sua falta de visão se torna sua arma mais mortal. Tousen odeia sua própria deficiência e tenta burlar todos os limites para tentar mudar a si mesmo, porém seu momento final na obra é de aceitação. Enfim, um traidor odiado, poderoso e nada bonzinho, esse é Tousen.



3° Ayase Shinomiya - Paraplégica

Anime: Guilty Crow || Ayase Shinomiya forte e independente!

A deficiência de Ayase deveria a manter presa a uma cadeira de rodas e fora da ação, mas é claro que isso não é aceitável! Ela não se deixa abater, e luta sempre de frente, sendo uma das mais habilidosas entre os pilotos dos Mechas mostrados no anime. Ayase odeia a pena, e não se abate frente a nenhuma dificuldade, ela recusa ajuda de todos, pois se julga capaz de superar os próprios limites. O brilho do personagem vem exatamente de não desistir e não aceitar a pena de todos, ela é uma personagem que mostra força e resistência sendo assim poderosa e destemida.



4° Saitou Nao - Muda

Anime: Shirei Tantei Yakumo || Nao Kawai!

Apesar de não ser bem o centro das atenções durante o anime, Nao ainda é uma personagem muito carismática e amada, durante o anime e também ao decorrer do mangá, em vários momentos ela toma a atenção do espectador com seu jeito doce de agir, tudo isso sem nunca dizer nenhuma palavra, e ela simplesmente não precisa, ela se faz compreender por gestos e bondade. A pequena garotinha, apesar de não se encaixar em " poderosos" no título da lista, ainda tem o poder do carisma, e sabe usar.



5° Misaki Mei - Deficiente Visual

Anime: Another || Misaki Mei, nunca baixa a guarda, nunca.

É curioso quando paramos para perceber que Mei, uma protagonista bastante adorada e popular na cultura Otaku, é deficiente. Mei é tão firme e independente que as vezes deixamos de perceber que ela não tem um dos olhos, ele foi retirado cirurgicamente após uma doença exigir isso. O que deveria ser uma deficiência, curiosamente se torna o poder e destaque de Mei, que a partir da perda de seu olho, começou a poder ver a diferença entre os mortos e vivos.





Lembrou de algum personagem deficiente presente em algum anime ou mangá? Comente! Queremos saber quais animes você anda assistindo!!!

10 vezes que você quis ser o protagonista!



  Eu tenho certeza que você na infância quis ser um treinador de Pokémons ou quem sabe um duelista, e, na sua adolescência, após crescer mais um pouco, sonhava em ser um ninja capaz de lançar coisas e fazer jutsus, até tentando fazer alguns, mas sempre falhando miseravelmente. É baseado nesses desejos que fizemos essa lista sobre 10 vezes que você desejou ser um personagem.



1° - Ser o grande ninja escolhido!

Anime: Naruto – Quem nunca quis ser esse garoto persistente? “Tô certo’’
                          

  Um simples garotinho que não tinha poder algum, mas que ficou muito forte com seu esforço e dedicação, muita gente toma ele como exemplo. Além de tudo, ele faz jutsus, que era o sonho de toda criança que assistia.

2° - Pegá-los eu tentarei!
Anime: Pokémon – Ser um treinador Pokémon também estava entre os desejos das crianças.

 Um garoto que saiu de sua vila para viver uma aventura caçando Pokémons, Ash Ketchum é seu nome, e o melhor de tudo, é que ele pode fazer isso pra sempre, pois, se passaram vários anos e até hoje ele tem 10.



3° - Serei o deus do novo mundo!

Anime: Death Note - Light mostrando sua sanidade na foto.


 Quem aí nunca quis ter um Death Note pra se livrar de alguns ‘’incômodos’’? Além do Death Note, Light é um cara extremamente inteligente, que foi capaz de competir com o  melhor detetive do mundo.

4° - Controlar todos nós vamos lá!

Anime : Code Geass - Lelouch mostrando seu olhar hipnotizante (literalmente)


  Lelouch tem o poder de dar ordens absolutas às pessoas que ele entrar em contato, imagine as possibilidades com um poder desses.

5° - Sem braço, mas com poder!

Anime : Fullmetal Alchemist : Brotherhood - Edward com a troca equivalente.


 Quem aí nunca sonhou em usar algo como a alquimia? Transmutar coisas, consertar coisas, transformar coisas, desde que você dê algo em troca, abre um leque de possibilidades na nossa mente.

6° - Elegante, poderoso e divertido!

Anime : Hunter x Hunter (2011) - Gon e Killua mostrando sua elegância


  Gon é o melhor exemplo de criança que temos, mesmo com sua personalidade inocente e gentil, Gon possui um grande poder e um grande potencial, o Nen seria uma habilidade extremamente interessante de possuir, mesmo sendo um pouco limitada para cada tipo de usuário. E ainda poder explorar o infinito e desconhecido mundo Hunter, certamente é algo que muitos sentem vontade.

7° - Pegá-las eu tentarei!

Anime : HighSchool DXD - Issei e sua cara de pervertido, nada fora do normal.


 Issei é o mais privilegiado da lista, era um cara esquisitão totalmente ignorado por todo mundo, menos por seus amigos ainda mais esquisitões, e do nada desenvolve relações extremamente íntimas com a maioria das mulheres do anime, da presidente até a freira. Issei é o personagem que todo homem queria ser.

8° - Apenas um soco, e tudo resolvido!

Anime : One Punch Man - Saitama resolvendo tudo com um simples soco, como sempre.


 Acho que todo mundo gostaria de ter esse poder quando tivesse uma briga ou quando tivesse alguém importunando, se livraria rapidinho.

9° - Jogar, sem responsabilidades e muita diversão!

Anime : Sword Art Online - Mas não é uma graça, esse Kirito?


 Kirito é um exemplo parecido com o Issei, ele pode ter qualquer uma que ele quiser no anime, mas, além disso, ele vive numa época onde os jogos são em realidade virtual, ou seja, você vive no jogo, você pega todo mundo e ainda joga um videogame super avançado, o que estraga é o fato desse jogo te matar na vida real se você morrer nele, mas isso é detalhe.

10° - Um deus sem templo, mas com poder!


Anime : Noragami - Pode não ter templo, nem seguidores, mas tem carisma.


Um dos personagens mais carismáticos dos últimos anos é também um dos personagens que mais captura a atenção do espectador e também a inveja! Quem nunca quis ser um guerreiro temido e amado como Yatogami? Imortal, poderoso e em sua jornada de redenção, um protagonista que atraí a atenção de todos enquanto é alívio cômico e ainda mais quando é o centro de alguma batalha.


E vocês? Quais foram os protagonistas que vocês mais queriam ser, e qual o motivo? Deixe-nos saber aqui nos comentários, espero que tenham apreciado o artigo e até a próxima.

Top 10 da Semana - #108 Melhores animes sobre Isolamento Social!

Anime: NHK ni Youkoso!

Fizemos uma enquete sobre animes com tema Melhores isolamento social, e os dez mais votados vão para nossa lista de hoje! Já procurou animes com Hikikomori para assistir? Ou quem sabe animes com NEET? Se está afim de conhecer, ou pensar mais sobre o tema, vamos lá que hoje vamos abordar ele totalmente!


1° No Game no Life

Isolamento Social nos animes
Isolamento Social nos animes e nos games.

Não é raro na sociedade ocidental a culpa para algum isolamento social cair sobre algum hobby, e os jogos são um dos maiores acusados por essa situação. Se isso acontece por aqui, lá pelo Japão a coisa vai bem além, e os animes, mangás, jogos e semelhantes são tratados com certa rejeição justamente por carregarem essa culpa, mas precisamos ser justos: Sempre há um real motivo, que leva a pessoa se isolar e os jogos, animes, filmes, séries ou qualquer outro hobby são apenas uma forma de escape da situação, e em No Game No Life, anime baseado em Light Novel de autor Brasileiro, segue justamente esse caminho.



2° Watamote

A Hikikomori sem solução, mas com vontade!
A Isolada sem solução, mas com vontade!

É claro que o isolamento pode partir da pessoa para a sociedade, mas também pode acontecer da sociedade para a pessoa, e aqui temos um caso ilustrando ambas as situações ao mesmo tempo. Tomoko não é lá um exemplo de pessoa sociável, ela sempre demonstra nervosismo em qualquer interação social, mas é bem de se observar que as pessoas a sua volta muitas vezes não facilitam para a garota resolver esse sem pequeno enorme problema. Tomoko trava uma verdadeira batalha contra a sociedade, ela quer ser popular, mas isso não é tão fácil assim. Anime com Hikikomori? Certamente Tomoko é a rainha desse tema!



3° Re-Life

O Hikikomori com solução
O Hikikomori com solução!

E se existisse uma droga mágica capaz de voltar a juventude e ajudar a corrigir os erros do passado que tornaram alguém um isolado da sociedade? É essa a proposta de Relife, que com seu protagonista Kaizaki Arata, trabalha o isolamento social e vem trazendo a proposta de uma segunda chance de vida, de forma fantasiosa mais que ao mesmo tempo busca abordar motivos e consequências do isolamento total na sociedade Japonesa.



4° OreGairu

O Isolamento Colegial
O Isolamento Colegial...

Oregairu trata um tema muito comum no Japão e não incomum aqui no Brasil: O Isolamento Social no colégio! Adolescentes não são fáceis de se lidar, isso é fato, mas fica ainda mais complicado de se lidar com eles quando você também é um, e é mais ou menos nesse clima que vemos a história de Oreigairu levar seu protagonista Hachiman a um isolamento de todo o resto de sua turma, até que uma professora o obriga a participar de um clube cujo o objetivo é ajudar os demais estudantes, sendo assim a interação com outras pessoas se torna obrigatória, e é assim que o problema de Hachiman começa a ser resolvido, mas lidar com pessoas também não é fácil.



5° Ano Hana

Um Neet com muita dor
Um Neet com muita dor!

Quando vamos falar de isolamento social, principalmente nos animes, dois são os termos que surgem na conversa, e um deles é NEET, um termo de origem na Inglaterra que acabou sendo muito usado no Japão. NEETse define por alguém que não trabalha, não estuda e basicamente não faz nada da vida, porém o isolamento não é tão completo quanto no caso do Hikikomori. Jitan, como normalmente é chamado o protagonista de Ano Hana, é exatamente um NEET! Apesar de seu contato com sua família e algum contato com algumas outras pessoas, ele prefere evitar a sociedade ao máximo. Essa postura do protagonista surge de um trauma do passado que acaba sendo o grande centro da trama. Jitan tem dificuldade enorme com o colégio, um ambiente que se sente mal, sempre sendo alvo de julgamentos e um lugar onde não é querido, de tal forma ele evita por muito tempo o colégio, se isolando e assumindo a posição de NEET.



6° Kuragehime

O Isolamento Seletivo
O Isolamento Seletivo

E quando o isolamento é simplesmente parcial? Pode ser um isolamento social que separa a pessoa, no caso personagem, de apenas uma parcela da sociedade, isso também é super normal, e muito abordado nos animes. Tsukimi, protagonista, vive em um apartamento restrito a mulheres, todas elas por algum motivo se afastaram da sociedade, então, apenas mulheres feias e desarrumadas são permitidas, qualquer pessoa que fuja a essa regra não é bem vinda na pequena sociedade formada por elas. O grande foco do anime é exatamente esse elemento, o Isolamento de uma parcela da sociedade, as dores que isso causa, e uma possível solução surgindo disfarçada.



7° NHK ni Youkoso!

Hikikomori, os isolados da sociedade
Hikikomori, os isolados da sociedade!

Nós havíamos comentado acima que dois eram os termos que surgiam atrelado ao Isolamento social nos animes um deles nós já pudemos conferir que é o termo NEET, e agora vamos falar do segundo termo, Hikikomori, já usamos ele aqui nesse artigo antes, mas você sabe o que ele significa? Define-se exatamente pelo extremo afastamento da sociedade, família, amigos e conhecidos, é tratado no Japão com muita sensibilidade, já que por lá isso é cada vez mais comum. A sociedade Japonesa é MUITO rígida, e já falamos disso aqui no blog antes, quando abordamos os relacionamentos lá da terra do sol nascente. O fato é que por cobrar muito das pessoas, a sociedade acaba jogando para sua margem aqueles que não são competentes ou por algum motivo não conseguem acompanhar o ritmo. Com um ritmo cada vez mais intenso, é comum que cada vez mais pessoas acabem na situação de Hikikomori. E nosso protagonista Sato Tatsuhiro está exatamente em uma situação dessas, onde acaba isolado da sociedade, mas por sorte é alvo de pessoas que querem o ajudar a retomar sua vida.



8° Neon Genesis Evangelion

O isolamento da alma!
O isolamento da alma!

Se quanto maior o peso, maior a chance do isolamento e negação de suas responsabilidades, imagine que pessoas acabam largando tudo por conta de reclamações no trabalho ou colégio, algumas até mesmo cometem suicídio, então somos obrigados a dar razão a grande negação de Shinji a sociedade, afinal ele é um adolescente com o mundo nas costas. A resposta mais natural para ele foi tentar evitar e se esconder do mundo, normal forma de tentar fazer suas responsabilidades deixarem de existir.



9° Sasami-san Ganbaranai

A garota Hikikomori
A garota Hikikomori.

Normalmente quando falamos de Hikikomori, cenas de quartos cheios de lixo e uma aparência desleixada, acaba vindo a nossa mente, e isso não é um fato absoluto, mas acaba por ser verdade na maior parte dos casos de isolamento absoluto, afinal de contas, não há motivação para as mais básicas ações cotidianas com objetivo de preservar a aparência e a boa imagem, sendo assim, eles simplesmente se negam a cuidar de si mesmos. E esse é o caso da garota Sasami, que isolada em casa passa a vida olhando a vida de seu irmão pelo sistema de monitoramento.



10° Rozen Maiden

O Neet com passado trágico
O NEET com passado trágico...

O isolamento social nos animes é comumente atrelado a um trauma passado, Sakurada Jun é um protagonista que se encaixa no significado do termo NEET, devido a um trauma em sua escola, ele decide que nunca mais pisará no lugar, e normalmente evita sair de casa, tendo contato apenas com sua irmã mais velha, que se esforça em tentar mudar a decisão de Jun. Como passatempo, Jun compra estranhos produtos pela internet, e devolve antes que o prazo de uma semana acabe, e assim ele leva sua vida até que uma estranha boneca surge em sua vida, e assim ele acaba saindo de sua zona de conforto.






Venha comentar sua opinião sobre o assunto, ou listar animes que poderiam também estar nessa lista! Os comentários são com vocês...

10 Vezes que você odiou o protagonista!



Já sentiu ódio do protagonista? Tenho certeza que alguma vez ou outra já teve vontade de matar um protagonista de anime ou mangá! Hoje preparamos uma listinha com 10 vezes que você já deve ter odiado um protagonista!


1° Mas ele não pega ninguém!

Anime: Hayate no Gotoku || Veja o sossego no rosto de quem vai dormir sozinho no rosto do Hayate.

Mesmo com dezenas de garotas interessadas — e apaixonadas até a morte — o protagonista segue inocente em seu cotidiano, sem nunca tocar em nenhuma delas. Talvez tenha vocação para padre, ou simplesmente não está interessado mesmo, não é?



2° Mas ele pega todo mundo!

Anime: School Days || Makoto fazendo o que faz de melhor... Traindo!

Então você queria um protagonista que não deixa passar uma oportunidade, não é? Pois é, Makoto não deixou passar nenhuma, pegou todas! Ah, mas era para ficar só com uma né? Iii... Acho que ele perdeu a linha demais então, afinal ele conseguiu conquistar uma garota até enquanto dormia. Acho que a única que ele não deu muito atenção, foi a namorada.



3° Como consegue apanhar de todo mundo?

Anime: World Trigger || Mikumo mostrando como é que se apanha!

Tem aquele protagonista que é forte e imponente, e tem aquele que só veio ao mundo para apanhar. É um pouco deprimente ver o protagonista, centro das atenções, apanhar sem nunca revidar a altura, mas no fim sobra só o ódio mesmo.



4° De onde raios tirou tanto poder?

Anime: Servamp || Okay, vamos dar um desconto ao Mahiru, pois a culpa foi da adaptação porcaria do anime.

Então o protagonista fica lá exibindo fraqueza, os amigos a volta preocupados com o futuro, se há possibilidade de derrotarem o grande inimigo que se aproxima, e no fim o protagonista derrota o cara sozinho sem deixar mais ninguém aparecer. Se era tão forte, porque deixou todo mundo sofrer hein? Que amigo é esse? Estava brincando com nossa cara? Fez todo mundo treinar a toa?



5° Precisa mesmo apanhar para ficar forte?

Anime: Bleach || Ichigo testando se o inimigo é forte mesmo, ou se é só um rumor.

Se você, grande protagonista, é tão forte assim, porque não começa a luta vencendo? Precisa deixar o inimigo crescer para depois lutar a sério? Isso é para fazer parecer que é mais forte? Alguma estratégia estranha? Ou só prazer de apanhar? Da próxima, lute com tudo desde o começo!



6° Precisa mesmo gritar o nome da habilidade para usa-la?

Anime: Naruto || Protagonista partindo para um de seus ataques nada furtivos

Visualize o cenário: O inimigo está lá, de costas para o herói caído no chão exausto, até que ele se levanta, e furtivamente prepara seu ataque decisivo e.... GRITA! Sim, ele grita! Já pensou em atacar o inimigo despreparado? Não avisar do ataque? Apenas ser esperto uma vez?



7° Seu sangue nunca acaba!?

Anime: Soul Eater || Death The Kid sangrando alguns bancos de sangue

Okay, nós sabemos que vai ter muito sangue em batalhas intensas, mas ele não acaba nunca não? Precisamos ver você perder sangue até resolver o conflito? Não pode dar um jeito nesse desperdício?



8° Porque nunca entende as coisas em horas críticas!?

Anime: Gekkan Shoujo Nozaki-kun || Nozaki sendo burro, para variar...

É impossível você não entender tantas indiretas e direitas! Ou você tem algum grave problema mental, ou está se fazendo de desentendido. Talvez a associação de protagonistas seja contra você dar um fora na garota né? Okay, continue se fingindo de burro...



9° De onde você tira tanto medo? Importa de algum lugar?

Anime: Mirai Nikki || Medo? Isso é algo que o Yuki não conhece, ele corre antes.

Okay, ter um pouquinho de medo é normal, mas vai mesmo ficar se tremendo toda vez que alguma coisa acontece? Para ser protagonista deviam exigir coragem, ser excepcional no que precisa fazer, afinal é triste ver um homem se esconder atrás de mulheres e crianças. Mas o Yuki passa longe de ser um homem, está perdoado.



10° Que VIP você pagou para ter skill passivo de vítima?

Anime: Tokyo Ghoul || Kaneki sendo...Kaneki...

Já pensou em reagir? Okay, a vida está difícil, a sociedade não gosta de você e tals, mas ficar chorando não é solução meu amigo, compre uma coleção de livros de autoajuda e vamos para a luta, vamos prejudicar alguém pra ver se melhora o humor, só não pode ficar chorando olhando para o chão né? NÉ?!






E então, quais outras situações já fizeram vocês terem raiva do protagonista? Conte para nós abaixo nos comentários!

Neon Genesis Evangelion – O dilema de um protagonista


Num futuro próximo, em que o planeta se encontra terrivelmente arrasado e com poucas perspectivas para a melhora, um adolescente solitário e depressivo é chamado por seu pai para trabalhar em sua empresa. Levado pela pessoa a quem lhe foi confiada sua proteção, descobre que seu pai na verdade quer usá-lo como uma ferramenta, para utilizar os chamados “Evangelions”, robôs gigantes construídos para destruir a ameaça dos Anjos.
Essa é a premissa de Neon Genesis Evangelion. Aqueles que nunca assistiram a série podem imaginar que se trata de uma jornada de superação, um enredo que segue a grande maioria de shonens existentes, em que nosso querido protagonista vence seus inimigos tanto fora quanto dentro de sua mente. Mas não, Evangelion não se trata de mostrar esperança, mas sim dor, sofrimento, e a crescente sensação de tristeza que existe em cada um de nós.
Evangelion possui uma base de fãs gigantesca no mundo todo, incrível ainda pensando do ponto de vista que sua história não é nada didática e muito complexa (não que isso seja um problema). Mas, não é difícil perceber que este é um anime “ame ou odeie”. Também existe um grande número de otakus que não possuem lá grande simpatia pela obra. Principalmente pelo desgosto gerado por Shinji Ikari, o “herói” da saga.

Provavelmente ele não esperava por um elogio...

Ora, não é difícil entender isso. Shinji é o mais perfeito retrato de uma pessoa vencida, que não possui motivos sequer pra tentar ser feliz. No anime, vemos um esboço de superação, um caminho para sua vitória. Mas infelizmente isso é interrompido por uma “grande tragédia” (no que pra mim é o episódio de anime mais triste já feito).
Apesar de compreender o sentimento coletivo de raiva, não concordo com ele. Aliás, sinceramente, para mim uma das maiores genialidades de Hideaki Anno foi a concepção de Shinji. Lembrem-se que Evangelion foi produzido após um recente diagnóstico de depressão em Anno, que ao contrário do que muitos pensam, é uma doença necessária de acompanhamento de medicação... O autor da obra transformou seu anime em uma alegoria sobre sua condição.
Observe o background do personagem. Quando criança, perdeu a mãe e foi rejeitado pelo pai. Esse acontecimento explica muito bem a falta de amor próprio de Shinji. Afinal, é de nossos pais que recebemos a primeira demonstração de carinho e afeto, e que nos é mostrado que merecemos sermos amados.
Ao ser usado por Gendo, e posteriormente se ver em uma guerra em que aquilo que restou da humanidade está em suas mãos, seria fácil qualquer adulto com uma consciência saudável perdem a própria razão. Mas Shinji não se enquadra nesse tipo de pessoa, sendo apenas um rapaz de 14 anos, no início da puberdade, e com sérios problemas psicológicos...
Ao passar a viver com Misato, é que sua vida passa a ganhar outros contornos, um tanto confusos, afinal, o garoto que poucas vezes viu uma demonstração de amor verdadeira, passou a conviver com alguém que claramente se importava com ele. Não obstante, surgem outras duas pessoas que causam grande impacto em sua vida, Asuka Langley Soryu e Rei Ayanami.
Acredito que muitos não entendem o dilema de Shinji, que mesmo convivendo com 3 beldades, sendo que 2 claramente demonstravam afeto e preocupação com ele (de certo modo é claro). Mas, vejamos um pouco sobre a psicologia de cada uma delas (não que eu seja um especialista ou coisa do tipo...)

                                                 Asuka Langley em seu EVA

Dentre todas, Asuka é a mais fácil de se compreender. Ao demonstrar uma personalidade forte, e um aparente desprezo por Shinji Ikari, esconde em si ser uma garota ainda mais frágil, tendo que crescer por conta própria na ausência da mãe, morta. Acredito que essa fraqueza fica ainda mais evidente ao demonstrar uma necessidade de ser desejada pelo rapaz. Afinal, como um ser tão inferior a ela não lhe admira e a quer para si? No fim, mesmo detendo uma coragem e valentia incríveis, Asuka talvez seja menos sensata que Shinji.

A Misato na NERV é bem diferente de quando está em casa...

Já Misato Katsuragi, que para mim é uma das personagens mais fortes da cultura pop, é muito semelhante a Ikari. Perdeu seu pai cedo, em uma expedição cientifica que envolvia os Anjos, o que a fez criar uma extrema raiva por eles.
Misato cresceu tão triste quanto Ikari. Mas, sua maturidade lhe revelou um belo disfarça para isso: a superficialidade. Devido a seu medo de se relacionar com as pessoas, ela cria laços superficiais com elas, não admitindo nenhuma grande responsabilidade fora do trabalho, nem mesmo ao aceitar cuidar do garoto (tanto que este é quem cuida dela, para ser mais exato). É espantosa a diferença no comportamento dela quando está dando ordens aos pilotos dos EVAs.
Ainda assim, claramente Misato demonstra um amor “quase” maternal por Shinji. No começo do anime, a mesma aparenta um certo sofrimento pela breve partida dele, em que a própria admite se ver no papel de sua mãe. Porém, ao longo dos episódios, e com o filme The End of Evangelion (polêmico a beça...) nós vemos duas cenas no mínimo estranhas... quando Misato oferece seu corpo como incentivo para Shinji continuar a lutar (logo após AQUELA tragédia), e a famosa cena do beijo vista no filme.
Mesmo com tudo isso, Shinji ainda não sentia proteção estando junto dela. Não pela sua falta de responsabilidade, mas sim porque a própria admitia sua vontade de se auto-degradar, apenas para fugir de seu vazio interior. Mesmo que sendo verdadeira, nem mesmo Misato sabia como expressar seu amor maternal por Shinji, tendo de usar seu corpo escultural para fazê-lo lutar. Afinal, ela não conhecia outra maneira de demonstrar seu sentimento. Como ele poderia saber que ela dizia a verdade? Como um garoto de 14 anos estaria preparado para isso?

                                                          Rei Ayanami e sua expressão típica.

E por fim, temos Rei, a personagem mais difícil de se analisar em Evangelion. Eu gosto de pensar nela como uma espécie de antítese para os outros personagens. Muitas vezes, quando nos encontramos em um estado de grande fragilidade emocional, pensamos que talvez fosse melhor abstermos totalmente das emoções, nos blindando de decepções e tristezas. Rei é a personificação dessa hipótese. Uma pessoa que vive como um robô, realizando apenas o necessário para continuar vivendo, vivendo apenas para continuar seu dever, sem sentir nada, sem nem saber se realmente é humana.
Vemos ela realizando este questionamento algumas vezes no anime. Como pode uma carapaça vazia como ela se igualar as outras pessoas? E com isso, vemos que isso traz certa melancolia a personagem. O aparecimento de Shinji, que demonstra compaixão, afeto, e até certo entendimento de sua situação, provoca o aparecimento de emoções raramente sentidas por Rei.

                                           Uma rara expressão de felicidade

O que ela não sabia é que a própria melancolia trazida por sua crise existencial era uma prova de que ela era tão humana quanto Misato ou Asuka. Ao encontrar uma pessoa tão frágil quanto ela, mas que era capaz de lhe dar amor, Rei passa a ter não só uma função como piloto do EVA, mas também um propósito, que é o de proteger Shinji, mesmo que com sua vida.
E é justamente Rei, quem causa a breve ascensão de Shinji Ikari, e também seu longo sofrimento na segunda metade da série. O garoto se identifica com Ayanami, a ponto de ser capaz de reconhecer que é capaz de amar, o que é recíproco, com ela sentindo os mesmos sentimentos por ele. Não vou entrar no mérito de qualificar esse amor, se havia uma certa atração sexual entre os dois, e nem entrar no aspecto freudiano da relação deles (Hideaki usa sua séria para demonstrar várias teorias de Freud). Mas o fato é que ambos possuíam um grande afeto um pelo outro.
A morte da personagem, no que pra mim é episódio mais trágico de toda a franquia (até mais do que o final de The End of Evangelion) é o que causa um colapso em Shinji. Ao ver seu pai ordenando que a mesma exploda seu EVA, e lhe sendo negada a possibilidade, mesmo que mínima, de salvar a garota, Ikari sente que lhe foi tomada a única fonte de amor mutuo que recebia. O posterior descobrimento de que a mesma era apenas um modelo replicado por seu pai, um clone, somente agrava a situação, transformando sua cabeça em um turbilhão.
O mesmo ainda vê uma possibilidade de recuperação com o aparecimento de Kaworu Nagisa, mas os acontecimentos posteriores, a obrigação em mata-lo, apenas terminam de sepultar essa pequena esperança que o garoto tinha.
Após todos esses acontecimentos, é natural entender que Shinji não havia motivo nenhum para continuar vivendo, ou de lutar pela vida dos outros. Pelo menos, seria o pensamento natural na mente de alguém que passou por tudo isso.

Aqui vocês podem ver uma pessoa em plena saúde mental...

Mas acredito que, um dos objetivos de Hideaki Anno era de que as pessoas odiassem Shinji, por mais estranho que isso pareça. Nós, desde crianças, crescemos com a constante lição de que temos o objetivo de sermos felizes durante toda a vida. Ou pelo menos, na maior parte dela. Não é considerado um pensamento natural que a felicidade talvez seja um momento, uma emoção, e não algo que deva ser constante.
Por isso, criamos justificativas para que alguém não se sinta feliz, para que alguém possa admitir esse sentimento. Essas justificativas seriam o abandono, a pobreza, uma limitação física, a falta de um teto para morar, entre outros. E ao vermos alguém que tem uma vida semelhante à nossa e que não se enxerga completa em si mesma, temos a tendência de rejeita-la, sob o argumento que ela passa uma “energia ruim”, quando na verdade, nós afastamos de pessoas assim porque não queremos nos lembrar de que possivelmente somos tão vazios quanto elas. Tão vazios quanto Shinji Ikari.
Retomando o começo do texto, Neon Genesis Evangelion pode ser entendido como uma grande alegoria da depressão, ou mais precisamente, de alguém que se enxerga afundado na depressão, e o desespero que isso traz. Mas não se preocupe, se você, assim como eu, é um fã do anime, e gosta da possibilidade de um final feliz para a história, existe o Rebuild of Evangelion para isso.